Onix zera em teste de colisão e Proteste pede fim das vendas

Hatch tem desempenho inferior a rivais apresentando maior compressão na região do peito. Impacto lateral foi pior

11/05/2017 - Redação / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Segurança é importante. E nesse aspecto, os testes de impacto do Latin NCap - entidade que avalia os carros novos vendidos na América Latina e no Caribe - ajudam a entender a capacidade dos veículos em proteger os ocupantes em impactos frontais e laterais. Infelizmente, os resultados divulgados hoje (11) pela instituição não são bons. Na segunda bateria do ano, o Chevrolet Onix ficou com a pior nota, zero estrelas, assim como o Kia Rio Sedan.

Leia mais:
Os automáticos mais baratos à venda no Brasil 
Veja quanto custa o seguro dos carros mais vendidos em abril

Modelo mais vendido no Brasil há anos, o Onix fabricado no País teve resultados especialmente ruins na proteção lateral. Ele recebeu zero estrela na proteção para adultos e três estrelas para crianças. Já o Kia Rio obteve o pior resultado em segurança para o passageiro adulto comparado com qualquer outro teste do NCap já realizado.

Teste do Onix

O Onix havia sido testado para colisão frontal em 2014, quando ganhou três estrelas para a proteção de adultos. Agora, o modelo foi avaliado novamente segundo os novos protocolos mais rígidos, em vigor desde 2016. No teste de impacto lateral, o hatch mostrou um desempenho pobre, com alta compressão no peito do passageiro e alta penetração na estrutura. 

Segundo a entidade, ele não conta com dispositivos de absorção de energia em sua estrutura para impacto lateral, apenas barras nas portas. Já a proteção para crianças no impacto foi aceitável, mas vale destacar que ele possui apenas cinto de segurança de dois pontos na posição central traseira, sem isofix. No teste, a porta traseira direita se abriu, expondo as crianças a maiores riscos.

Clique aqui para assistir ao vídeo do teste do Onix

Teste do Rio Sedan

No Kia Rio Sedan, fabricado na Coreia, a pontuação foi zero estrela para adultos e uma estrela para crianças. A boa notícia é que ele apresentou estrutura estável na colisão frontal e um bom desenvolvimento estrutural para o impacto lateral. Contudo, não há airbags nem freios ABS na versão básica. Por isso, houve resultados pobres para a cabeça e o peito dos passageiros da frente.

Para a proteção de crianças, não há isofix nem cintos de segurança de três pontos em todas as posições no banco traseiro. Por outro lado, a Kia anunciou que o Rio terá ao menos um airbag para o motorista em todas as versões à venda na América Latina.

Clique aqui para assistir ao teste de impacto do Rio Sedan

Proteste pede retirada do Onix do mercado

Diante dos resultados insatisfatórios do Onix, a Proteste afirma que pedirá a retirada do hatch do mercado. "É uma ofensa à inteligência do consumidor que a General Motors, que afirma que o Onix é baseado numa plataforma global, não tenha tido êxito na versão avaliada pelo Latin NCAP", disse em nota Henrique Lian, Gerente de Relações Institucionais e Mídia da Proteste. "Não consideramos que a América Latina seja depósito para carros fora dos padrões exigidos, no entanto, infelizmente, não parece ser a opinião da GM. A Proteste, diante dos resultados decepcionantes do Onix, pedirá a sua retirada do mercado." 

O Onix, aliás, teve desempenho nos testes inferior a rivais como Fiat Palio e Peugeot 208. Entre os três já avaliados, o Fiat Palio teve o melhor desempenho estrutural em colisão lateral, seguido do Peugeot 208, que não conta com barras laterais nas portas na versão vendida do Brasil. 

 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro