Top 10: Carros chineses que invadiram o Brasil

Com promessa de preços baixos e um bom pacote de equipamentos, os carros vindos da China já são uma realidade nas ruas

06/04/2011 - Fernando Pedroso / Fonte: iCarros

 
 
Chery Cielo Sedan
  • 1 | 10
  • Chery Cielo Sedan
  • Chery Cielo Sedan Chery Cielo Chery Face Effa M100 Jac J3 Jac J3 Turin Lifan 320 Lifan 620 Hafei Towner Chery Tiggo
Quando os carros chineses surgiram no meio da década passada, a promessa era de oferecer produtos baratos e bem equipados, uma lacuna que faltava ser preenchida no mercado brasileiro. Os carros de baixo custo aqui, até então, não vinham nem com aquecedor de ar ou desembaçador do vidro traseiro. Até que os chineses chegaram para mudar isso.

10 – Effa M100
O Effa M100 foi um dos primeiros chineses a chegar às lojas brasileiras e ocupou por um tempo o posto de carro mais barato do País, desbancando o Fiat Mille, e isso já com ar condicionado, rodas de liga-leve, vidros e travas elétricos de série. O motor, no entanto, é um arcaico bloco de 1,0 litro que rende apenas 47 cv de potência sendo movido apenas a gasolina. Custando R$ 25.980, o compacto conseguiu emplacar apenas 239 unidades até março, segundo os números da Fenabrave (Federação Nacional da Distribuição de Veículos Automotores).

9 – Lifan 620

O sedã médio tem a árdua missão de participar de um segmento povoado por Honda Civic, Toyota Corolla e Chevrolet Vectra, entre outros. Só que o segredo do chinês está no preço, R$ 39.980, já trazendo freios ABS, airbag duplo, acendimento automático dos faróis, sistema de som com controle no volante e entrada USB e um motor de 1,6 litro de 106 cv de potência. Mesmo assim, amarga a 13ª posição do ranking da categoria com 194 emplacamentos em 2011, menos do que o descontinuado Volkswagen Bora, por exemplo.

8 – Chery Face
Na onda dos “compacto-premium”, a marca resolveu entrar com o Face que custa R$ 32.990 e já tem ar condicionado, direção hidráulica, airbag duplo e rodas de liga-leve. O motor de 1,3 litro rende 84 cv de potência. Os atributos foram suficientes para que as vendas alcançassem 1.100 unidades, um pouco menos da metade do rival Volkswagen Polo.

7 – Jac J3 Turin
A versão sedã do J3 foi lançada na semana passada junto com o hatch. Ele traz todos os atributos e defeitos do dois-volumes, mas com um porta-malas de 490 litros. Vem para brigar com Ford New Fiesta e Honda City custando R$ 39.900. No seu primeiro mês de vendas, já emplacou 131 unidades, próximo a um quarto do já estabelecido Renault Symbol.

6 – Chery Cielo Sedan
O Cielo Sedan é concorrente do Lifan 620, mas com um pouquinho menos de sucesso, ao contrário de sua versão hatch. O Chery emplacou 125 carros em 2011, perdendo para o Peugeot 307 que acabou de sair de linha. Por R$ 43.990, o três volumes tem motor de 1,6 litro de 119 cv de potência e porta-malas de 395 litros.

5 – Hafei Towner
O comercial leve da Hafei aproveitou uma brecha na lei de patentes e voltou com o nome Towner à ativa. A nomenclatura fez sucesso no início dos anos 90 quando a Asia ainda existia e vendia a van no Brasil. Hoje a Towner continua sendo um monovolume pequeno com versões para carga e passageiros. Os preços começam em R$ 26.990 e o motor é sempre o mesmo de 1,0 litro com 48 cv de potência.

4 – Chery Tiggo
O SUV pequeno veio para beliscar as vendas do Ford EcoSport custando R$ 52.990 e já oferecendo motor de 2,0 litros, freios ABS, airbag duplo, rodas de 16 polegadas e CD player com porta USB. E efeito nas vendas ainda é pequeno, com 957 unidades emplacadas contra as 9.008 do rival da Ford, mas o suficiente para deixar o chinês à frente de Suzuki Grand Vitara (903) e Toyota RAV4 (888).

3 – Lifan 320
O Lifan 320 talvez seja o exemplo mais claro da estratégia de algumas marcas chinesas para ganhar clientes. O carro é um clone do MINI Cooper e é vendido até com detalhes que remetem ao pequeno inglês, como o teto pintado em cor diferente da carroceria e faixas longitudinais. Mas as semelhanças param por aí. O chinês tem quatro portas, opção ausente no MINI, e motor de 1,3 litro com 88 cv de potência ao custo de R$ 29.980 (o MINI não sai por menos de R$ 80.750. Mesmo custando mais, foram vendidas 604 unidades do Cooper, contra as 498 do seu sósia.

2 – Chery Cielo
O hatch médio vai na contra-mão do Lifan 320 e mostrou a cara dos novos chineses. O Cielo foi feito com design exclusivo do estúdio Pininfarina e busca disputar mercado com o mesmo motor de 1,6 litro do sedã de 119 cv de potência. O preço parte de R$ 43.990 e já foram emplacados 409 carros neste ano, ficando abaixo somente das marcas tradicionais no segmento, como Hyundai, Ford, Chevrolet e Volkswagen.

1 – Jac J3
O lançamento do J3 foi, até agora, o de maior impacto. Em apenas um mês de vendas, já foram emplacadas 327 unidades graças a uma intensa campanha publicitária. Nela, é dito que o hatch custa R$ 37.900 e vem completo, já com ar condicionado, airbag duplo, freios ABS, rodas de liga-leve e motor de 1,4 litro com comando de válvulas variável para admissão e que rende 108 cv de potência. Outro mote da propaganda é a inédita garantia de seis anos. Se vai brigar pra valer pelas primeiras posições do ranking de vendas, só o tempo para dizer.
  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

publicidade