iCarros: Carros novos, usados e lançamentos
 
 

Top 10: Os carros de Velozes e Furiosos 5 Operação Rio

O quinto filme da série foi filmado no Brasil, mas os carros são todos americanos; veja os 10 principais

06/05/2011 - Fernando Pedroso / Fonte: iCarros

  • Compartilhe esta matéria:
 
 
 
 
 
 
 
Gurkha LAPV
  • 1 | 10
  • Gurkha LAPV
  • Gurkha LAPV Dodge Charger 1970 Dodge Charger SRT8 Vault 2010 Chevrolet Corvette Grand Sport 1966 Ford GT40 Koenigsegg CCXR 2010 Ford Maverick Grabber 1970 Dodge Charger Police Porsche 911 GT3 2002 Nissan Skyline GTR 1972
     
 
 
 
O quinto filme da série Velozes e Furiosos chegou aos cinemas nessa sexta-feira, 6 de maio, e todo fã de carros sabe que a franquia aposta nas máquinas para chamar a atenção, além das cenas de perseguição e corridas pelas ruas. Estrelado por Vin Diesel e rodado no Brasil, Velozes e Furiosos 5 Operação Rio não tem nenhum carro nacional. Veja os 10 principais.

10. Ford Maverick Grabber 1970
Nem o muscle car brasileiro teve chance no filme e uma versão americana foi trazida para a personagem Han Lue dirigir. O modelo é equipado com um motor V8 302 com 200 cv de potência. A versão Grabber se diferencia pelos spoilers e pelas faixas na carroceria. O kit foi oferecido nos Estados Unidos entre 1970 e 1975.

9. Koenigsegg CCXR 2010
O superesportivo holandês com 1.018 cv de potência é dirigido pela dupla Roman e Tej. O bólido tem um V8 com dois compressores. Entre as características do modelo estão o sistema de exaustão em titânio, os discos de freio de cerâmica e as rodas de magnésio com 20 polegadas no eixo traseiro e 19 polegadas no dianteiro.

8. Porsche 911 GT3 2002
Brian Oconnor, um dos protagonistas do filme, dirige vários carros, entre eles um Subaru Impreza STI e um Porsche 911 GT3 2002. O esportivo tem um motor boxer de 3,8 litros de 470 cv de potência. O carro azul usado no filme ainda tem o kit RS com spoilers e rodas CCW de 18 polegadas.

7. Gurkha LAPV
O blindado norte-americano lembra os “caveirões” usados pela polícia carioca. Equipado com um V8 de 6,7 litros e um câmbio automático de cinco velocidades, o grandalhão é montado sobre uma Ford F550.

6. Chevrolet Corvette Grand Sport 1966
Na verdade, o carro usado foi uma réplica dirigida pelo ator Vin Diesel nas cenas de Velozes e Furiosos. Baseado na segunda geração do esportivo, vem com um motor V8 de 7,0 litros e 435 cv. Na imagem, ele aparece caindo de um penhasco. O que será que acontece com essa raridade?

5. Dodge Charger Police
Os carros da polícia civil do Rio de Janeiro são, em sua maioria, compactos e pacatos Renault Sandero. No filme, porém, a instituição tem potentes Dodge Charger com motor V8 HEMI de 6,1 litros equipados com todos os equipamentos da polícia norte-americana, que os homens da lei brasileiros nem sonham.

4. Nissan Skyline GTR 1972
O clássico japonês nunca foi vendido no Brasil, mas aparece circulando nas ruas cariocas nas mãos de Brian Oconnor. O biturbo é preparado pela Nismo, divisão esportiva da marca e tem freios dimensionados e rodas de competição.

3. Dodge Charger 1970
Este carro apareceu no primeiro filme da franquia e volta agora com um motor HEMI 572 da Mopar, divisão de preparação do grupo Chrysler. Foi com ele que Vin Diesel fugiu naquela vez e volta a aparecer na sequência preparado pelo personagem Toretto com 300 cv de potência.

2. Ford GT40
Não é a estrela principal do filme, mas guarda uma boa história. O esportivo da Ford foi o primeiro carro a quebrar a hegemonia das Ferrari na tradicional prova de Le Mans. No filme, aparece com a bela Jordana Brewster acelerando o clássico de 1966. Jordana é panamenha, mas filha de uma brasileira e interpreta a irmã de Toretto, vivido pro Vin Diesel.

1. Dodge Charger SRT8 Vault 2010
Como o filme é patrocinado pela Dodge, nada mais natural do que ter um carro da marca para ser a principal estrela do filme. O motor V8 HEMI foi dos 470 cv originais para 600 cv com nitro. Entre as demais alterações, estão os freios da marca Brembo, suspensão modificada e rodas de 20 polegadas.
  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário