iCarros: Carros novos, usados e lançamentos
 
 

Suzuki Bandit 650N recebe injeção de ânimo

Ícone entre as motos naked, Suzuki Bandit 650N ganha motor injetado e refrigeração líquida, e mais alguns cavalos de potência

12/12/2008 - Texto: Arthur Caldeira (da Infomoto) / Fotos: Gustavo Epifânio e Mario Villaescusa (da Infomoto) e Divulgação / Fonte: iCarros

  • Compartilhe esta matéria:
 
 
 
 
 
 
 
Suzuki Bandit 650N.
  • 1 | 6
  • Suzuki Bandit 650N.
  • Suzuki Bandit 650N.
     
 
 
 
Todo motociclista fã de motos naked tem na linha Suzuki Bandit um ícone. Afinal, há mais de uma década em produção, a Bandit já passou por diversas mudanças, porém sem nunca perder sua identidade visual de “moto com cara de moto” e também mantendo suas principais qualidades: o conforto e a versatilidade.
 
Isso foi confirmado ao pilotar o modelo 2008 da Suzuki Bandit GSF 650 atualmente à venda no Brasil. O design continua o mesmo, mas a Bandit 650 ganhou duas importantes modificações no motor: agora com injeção eletrônica e refrigeração líquida, dois pedidos antigos dos motociclistas – anteriormente essa Suzuki tinha carburadores e refrigeração mista (ar e óleo).
Porém antes mesmo de acionar esse novo motor de quatro cilindros em linha agora mais potente, já se pode perceber que a confortável posição de pilotagem da Bandit 650N foi mantida, graças ao guidão e ao banco largo e macio.

Mais potente

Totalmente redesenhado, o propulsor manteve a mesma capacidade cúbica (656 cm³) e arquitetura – são quatro cilindros em linha com comando duplo no cabeçote e quatro válvulas por cilindro. Internamente foram alterados os eixos de transmissão para que o motor ficasse mais compacto e por fora recebeu uma pintura prata no lugar da cor preta de versões anteriores.

Mas com a nova alimentação por injeção eletrônica e com a refrigeração líquida, o propulsor ganhou sete cavalos de potência máxima – passou dos anteriores 78 cv (a 10.100 rpm) para 85 cv a 10.500 rpm. Sem falar na clara vantagem da injeção nas respostas ao acelerador – muito mais precisas e instantâneas.

Com o novo sistema de alimentação eletrônica o torque em baixas e médias rotações, outro ponto positivo da Suzuki Bandit 650, ficou ainda melhor. Com uma curva mais plana, o piloto tem a sensação de que o motor está sempre pronto a responder. Assim como em altos regimes a cavalaria maior também parece empurrar com mais facilidade essa naked.

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário