Os fatores que influenciam no preço do carro ao revender

Além do estado de conservação e do ano/modelo do carro, há diversos fatores que podem jogar o preço do carro para baixo

02/03/2018 - Redação / Foto: iCarros / Fonte: iCarros

Na hora de revender seu carro, você sempre quer conseguir o melhor preço, certo? Mas além de mostrar um carro limpo e bem cuidado, você sabe quais fatores influenciam e podem fazer você perder dinheiro na negociação? O iCarros lista a seguir o que você deve observar antes de anunciar seu carro usado.

Leia mais:
Dicas na hora de revender seu carro
Anúncio bem feito pode melhorar chance de venda 
6 itens que você deve cuidar e limpar antes de mostrar o carro 

Originalidade

Nem todos os compradores querem rodas maiores ou equipamentos de som instalados fora da concessionária. Por isso, manter a originalidade do veículo é importante. Alguns equipamentos pode até fazer você perder dinheiro na revenda, já que não ganhará nada a mais apesar de ter investido uma boa grana neles. 

Manutenção em dia

Guarde as notas fiscais das revisões programadas. Elas são a prova de que o carro está em perfeitas condições e que, caso ainda haja garantia de fábrica, ela está mantida. Mas é importante obedecer os prazos estabelecidos pela fabricante para fazer as revisões. 

Vai comprar outro carro? Simule antes as parcelas

Lista de equipamentos

Hoje em dia, poucas pessoas estão dispostas a comprar um carro sem ar-condicionado. Por isso, os modelos "pelados" costumam demorar mais para serem vendidos. Ou você precisará negociar mais. Por outro lado, a busca pelos carros automáticos vem aumentando, o que pode valorizar mais o seu usado. 

Cor da carroceria

A preferência dos brasileiros ainda está no preto, prata e branco. Cores mais sóbrias costumam vender com mais facilidade. Se o seu usado tiver tonalidades mais chamativas como amarelo ou laranja pode ser um pouco mais difícil revender. 

Estado de conservação

O ano de fabricação conta bastante na hora de revender, mas também influencia muito o estado de conservação do carro. Carros antigos mas em ótimo estado podem até ser mais valorizados, por ser algo raro. Compradores sempre irão procurar defeitos para tentar reduzir o valor do carro na negociação. Isso inclui reparos provenientes de acidentes e desgaste de tecido, couro, plástico e outros acabamentos internos.

Veja as ofertas e escolha seu próximo carro

Pressa

Você pode se perguntar: como assim? Se você estiver com pressa para vender o carro, provavelmente acabará diminuindo o valor para vender mais rápido. O segredo para um bom negócio é ouvir várias propostas e ter bons argumentos que justifiquem o valor que você está pedindo. 

Documentação em dia

Tal qual a manutenção, estar com a documentação em dia ajuda a não perder dinheiro a revenda. O comprador irá negociar um valor menor pelo carro se tiver que arcar com custos de impostos ou documentação atrasada. 

Marca/modelo

Carros populares ou, em geral, mais acessíveis têm maior procura, o que faz com que sejam vendidos mais facilmente. Modelos importados, de luxo ou mesmo de marcas pouco conhecidas no país podem dificultar a venda. Pesa nesse aspecto também se há poucas revendas no país, o que dificulta a vida do comprador se o carro estiver na garantia e ele for fazer as revisões em uma concessionária. 

Carro blindado

A manutenção de carros blindados é um pouco diferente. O peso extra causa maior desgaste em componentes da suspensão e os vidros não podem mais ser consertados se houver delaminação - desde o ano passado eles devem ser substituídos, o que aumenta o custo. Por isso, nem todos os compradores estão dispostos a pagar mais por um modelo blindado. 

 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro