Volkswagen2012
Volkswagen Fox 2012 
7 versões a partir de R$ 28.295
7,7
(43 opiniões)
Faixa de Preço KBB™
O Preço KBB™ se baseia no preço sugerido pelas fabricantes, preço dos revendedores e condições de mercado. Essa combinação de dados passa ainda por uma equipe de analistas e gera o preço certo que você pode pagar por um carro novo, para que você possa ter maior confiança e fazer o melhor negócio. Saiba mais
Kbb
Sobre Volkswagen Fox

Principal lançamento da Volkswagen nos anos 2000, o Fox revolucionou o segmento dos compactos no Brasil. Pequeno por fora e com amplo espaço interno, rapidamente ele se tornou um dos carros preferidos dos brasileiros, principalmente das mulheres. E isso se deveu, em grande parte, à posição de dirigir, já que o veículo conta com assento elevado, que lembra muito o dos monovolumes compactos. Além disso, o teto alto e a grande área envidraçada causaram – e continuam causando - ótima impressão. E tudo isso sem contar o ótimo espaço para o motorista e os passageiros e os inúmeros porta-trecos espalhados por seu interior.

Trunfos

Outro grande trunfo do VW Fox é seu porta-malas. Com cinco opções de espaço, ele pode ter sua capacidade de carga ampliada de 260 litros para 1216 litros. Além disso, em sua versão 2012, o compacto traz uma ótima novidade: indicador eletrônico de manutenção no painel de instrumentos.

Motor

Quanto à motorização, o Fox pode ser equipado com propulsor de 1.0 de 72 cv (gasolina)/76 cv (álcool) e 1.6 litros de 101 cv (gasolina)/104 cv (álcool). As versões disponíveis são cinco: 1.0, Prime 1.6, Prime 1.6 I-Motion, 1.6 e 1.6 I-Motion.

Meio ambiente

O Fox também foi lançado comprometido com o meio ambiente. A tinta utilizada em sua carroceria, por exemplo, é dissolvida em água e, por isso, não utiliza solventes químicos. Além disso, foi empregada fibra de curauá, uma planta nativa da Amazônia e totalmente reciclável, no revestimento do teto e na tampa interna do porta-malas.

publicidade
Opinião do dono
7,7
Avaliação Geral
43 avaliações
8,5
Design
Melhor nota
6,8
Consumo
Pior nota
publicidade
publicidade