Ferrari SF90 Spider: o primeiro híbrido conversível da marca

Combinação dos motores entrega até 1000 cv de potência para o carro da montadora italiana

24/11/2020 - Redação / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

A Ferrari apresentou seu primeiro híbrido conversível: é o SF90 Spider, que acelera de 0 a 100 km/h em apenas 2,5 segundos e de 0 a 200 km/h em 7 segundos, podendo chegar à velocidade máxima de 340 km/h.

Leia mais:
+ Mercedes anuncia chegada do GLE 400 d 4MATIC Coupé ao Brasil
+ Como é dirigir um carro a 250 km/h na Alemanha
+ Conheça os cinco carros mais antigos ainda feitos no Brasil

O modelo tem 1000 cv de potência na combinação do motor V8 3.9 biturbo de combustão interna de 780 cv com outros três motores elétricos que geram mais 220 cv.

Apresentada na Itália, a versão Spider foi projetada com base no SF90 Stradale, este revelado ainda em 2019, mas que tem carroceria fechada. Assim como sua versão de referência, o número na nomenclatura do carro representa os 90 anos da Scuderia Ferrari, completados no ano passado.

Ainda falando em números, em potência e velocidade as versões Spider e Stradale são equivalentes. Ambas são consideradas as mais potentes já fabricados pela marca, superando o LaFerrari de 963 cv.

A Spider está habilitada para ser acelerada em três modos: híbrido com tração integral (nas quatro rodas), elétrico com tração dianteira e híbrido com tração traseira. A transmissão é feita por dupla embreagem automatizada em 8 marchas.

O MGU-K (Motor Generator Unit Kinetic), que é um dos motores elétricos do Spider, foi baseado nos propulsores pela Ferrari na F1, sendo alocado entre o motor à combustão e o câmbio. Os outros dois propulsores elétricos ficam localizados na parte dianteira do carro.

O bólido possui um teto de alumínio retrátil que pode ser fechado ou aberto em 14 segundos. Se ele estiver fechado, o motorista poderá modificar a altura do vidro traseiro para garantir a melhor passagem do ar, auxiliando na melhor performance aerodinâmica do carro e trazendo música para os ouvidos dos ocupantes, com o som do motor um pouco mais alto.

Para quem estiver com uma grana sobrando, o SF90 Spider ainda poderá ser comprado – apenas sob encomenda – com o pacote Assetto Fiorano, que o complementa com peças de titânio e de fibra de carbono, como a asa traseira, além de amortecedores Multimatic, diminuindo o peso do Ferrari em 21 kg.

É bem verdade que esse peso não faz tanta diferença assim para um carro que tem 1.670 kg na configuração tradicional, 100 kg a mais que o Stradale.

O pacote extra ainda privilegia quem estiver pensando em usar o carro nas pistas com pneus Michelin Pilot Sport Cup 2, sendo possível a personalização ser feita nas cores preta ou azul.

Os valores para adquirir o carro ainda não foram divulgados pela Ferrari. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.