Fiat voltará a ter motor apenas a etanol, mas será turbo

Projeto derivado dos motores GSE Turbo recentemente anunciado será mais eficiente econômico

27/05/2019 - João Brigato / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Enquanto algumas fabricantes estão investindo em carros híbridos e elétricos no Brasil, a Fiat Chrysler terá uma solução ecologicamente correta alternativa. Além dos motores GSE Turbo flex 1.0 e 1.3, o grupo terá em modelos Fiat e Jeep um inédito motor turbo movido apenas a etanol.

Leia mais:
Fiat finalmente terá SUVs no Brasil – Jeep aumentará linha
Fiat e Jeep terão motores 1.0 e 1.3 turbo flex em seus carro
Fiat Doblò perde 2 versões: continua mais caro que Renegade

Uma boa parcela dos donos de carros flex anda quase que exclusivamente com etanol, o que torna o novo motor bastante viável no mercado. Anunciado discretamente pela marca durante a apresentação de seus investimentos futuros de R$ 8,5 bilhões na fábrica de Betim (MG), o motor E4 será derivado do 1.3 GSE turbo flex (T4).

Etanol que bebe igual gasolina

Esse novo propulsor será também turbo, quatro cilindros e 1.3, a diferença é que consumirá apenas etanol. Segundo a Fiat, a ideia é “reduzir o gap de consumo do etanol em relação à gasolina, que é de 30% atualmente”. Bebendo apenas um combustível, a otimização do motor é maior.

Vai trocar de carro? Simule as parcelas aqui

É esperado que o novo motor turbo da FCA movido apenas a etanol seja mais econômico que o GSE turbo flex com etanol e se equipare aos seus números de consumo com gasolina. O motor poderá ter o acerto de 150 cv ou 180 cv já anunciados para o T4 flex e deve ser usado em Toro, Compass e Renegade.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro