Ford corta 6 versões da Ranger e sobe preço das que restaram

Focando apenas nas versões diesel, Ranger entra também na lista de cortes da Ford

13/05/2019 - João Brigato / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Em busca de mais lucratividade e presença no mercado, não é mais segredo para ninguém que a Ford está limando carros que vendem pouco. Foi assim com Fiesta e Focus no Brasil e nos EUA, além de Ka e C-Max na Europa. Agora chegou a vez da Ranger também entrar na faca.

Leia mais:
Ranger e Amarok terão mesma plataforma, mas estilo diverso
Ford Ranger quer roubar clientes das rivais com descontos
Volkswagen tem três possibilidades em picapes para o futuro

A picape média continuará a ser vendida no Brasil, porém com redução drástica de versões. Das onze variantes anteriormente vendidas, seis foram cortadas. Todas as opções flex da picape, assim como as versões XL voltadas ao trabalho, deixam de ser vendidas. Além disso, todas as Ranger que restaram ficaram mais caras.

Quem sai, quem fica

Até então, a Ranger era oferecida com motor 2.5 flex quatro cilindros aspirado de 173 cv e 25 kgfm de torque. Era o mesmo motor usado pelo Fusion na versão de entrada antes da última reestilização. Esse propulsor era atrelado à transmissão manual de seis marchas ou automática também de seis marchas. Havia opção 4x4 e 4x2.

Veja aqui ofertas de Ranger

Apesar da baixa, a Ranger mantém duas opções de motores. As versões XLS vem com um 2.2 turbo diesel quatro cilindros de 160 cv e 39,3 kgfm de torque. Nessa versão, há opção de tração 4x4 ou 4x2, além de variante manual ou automática.

Já as versões topo de linha XLT e Limited vem apenas com câmbio automático e tração 4x4. A diferença é que elas usam motor mais potente: um 3.2 cinco cilindros turbo diesel de 200 cv e 47,9 kgfm de torque. As versões diesel XL voltadas para trabalho saíram de linha, assim com a opção de cabine simples. Elas haviam sido lançadas em maio de 2018.

Mudanças nos preços

No final do ano passado, a Ford havia reduzido em até R$ 25 mil os preços da Ranger, mas agora os valores voltaram a subir, ainda que em uma proporção bem menor. Antes, a picape mais barata da Ford custava R$ 109.390 na versão XLS Manual, hoje a opção mais barata é a XLS 4x2 automática de R$ 128.250. Essa versão sofreu aumento de R$ 1.760.

Simule aqui as parcelas do seu próximo carro

A única manual da linha, a Ranger XLS 4x4 subiu R$ 2.030, enquanto a mesma versão com câmbio automático está R$ 2.120 mais cara. Por fim, a Ranger mais barata com motor 3.2 diesel, a XLT 4x4 automática, encareceu R$ 2.430. A topo de linha Limited 4x4 automática manteve os R$ 188.990 cobrados anteriormente.

Confira a tabela de preços atualizada da Ranger

2.2 Diesel XLS 4x2 automática –  R$ 128.250 (antes: R$ 126.490) – 1.760
2.2 Diesel XLS 4x4 manual – R$ 147.520 (antes: R$ 145.490) – 2.030
2.2 Diesel XLS 4x4 automática – R$ 154.610 (antes: R$ 152.490) – 2.120
3.2 Diesel XLT 4x4 automática –  R$ 176.420 (antes: R$ 173.990) – 2.430
3.2 Diesel Limited 4x4 automática –  R$ 188.990 (antes: R$ 188.990)

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro