Volkswagen T-Cross e Polo não terão versão híbrida

Custos envolvendo adaptação da plataforma MQB-A0 impossibilita a eletrificação da dupla

21/12/2018 - João Brigato / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

O investimento pesado em híbridos e elétricos em todo o mundo vêm fazendo crescer a demanda por carros ecologicamente corretos. A Volkswagen está investindo em uma família de modelos totalmente movidos a energia elétrica (família I.D.) e em híbridos (GTE). Apesar disso, a marca não pretende eletrificar os compactos T-Cross e Polo, vendidos na Europa e no Brasil.

Leia mais:
Europa já pode ter VW T-Cross com preço abaixo dos R$ 80 mil
Oitava geração do VW Golf chega na segunda metade de 2019
VW T-Cross, o SUV do Polo, estreia no Brasil

Em entrevista a Autocar, Andreas Krüger, responsável pela linha de compactos da marca, afirmou categoricamente que não haverá versões híbridas ou elétricas de Polo e T-Cross. Essa baixa se deve ao fato de que a adaptação da plataforma MQB-A0 para receber baterias faria com que o projeto de ambos se tornasse bastante caro e, consequentemente, invadisse a faixa de preço dos modelos elétricos da família I.D. construída sobre a plataforma MEB.

Confira aqui ofertas de Polo na sua cidade

Vale lembrar que a plataforma MQB usada no Golf e no Passat (consequentemente em suas versões híbridas GTE e no elétrico e-Golf) é maior e possui diferenças grandes quando comparada à MQB-A0. Essa última, no Brasil, dá vida a Polo e Virtus (em breve também a T-Cross e Tarok). Na Europa, a MQB-A0 também é usada por modelos da Skoda e Seat, que também não terão versões híbridas.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro