Rodízio de pneus: 9 dicas para fazer corretamente

Conheça o prazo e as regras na hora de trocar os pneus entre os eixos dianteiro e traseiro dependendo do veículo

24/04/2018 - Redação / Foto: iCarros / Fonte: iCarros

Os pneus sofrem desgaste irregular entre aqueles que ficam no eixo dianteiro e aqueles que ficam no eixo traseiro do veículo. Por isso, recomenda-se fazer o rodízio periodicamente. Porém, o prazo indicado e as regras a serem seguidas variam em função do tipo de pneu e do carro. Por isso, consulte sempre o manual do proprietário e, se houver dúvidas, procure um especialista para te orientar como o rodízio deve ser feito. 

Leia mais:
17 dicas para você não descuidar da manutenção do seu carro 
Hábitos que reduzem a vida útil do pneu 
Veja os sinais no carro de que você usou combustível adulterado 

Vale lembrar que, para aumentar a vida útil do pneu, também é importante fazer a calibração regularmente, a cada semana ou a cada 15 dias dependendo do uso, além de manter alinhamento e balanceamento sempre em dia. 

O que é o rodízio de pneus?
O rodízio consiste na troca de posição dos pneus entre os eixos dianteiro e traseiro para assegurar que a borracha sofra sempre um desgaste por igual. Por isso, é indicado também incluir o estepe desde que ele seja da mesma medida das demais rodas - não inclua o estepe se ele for mais fino, daqueles com velocidade máxima limitada.

Por que fazer?
A importância dos pneus apresentarem um desgaste uniforme é que, dessa forma, eles terão desempenho melhor quanto a dirigibilidade e frenagem. Além de aumentar a vida útil do pneu, o rodízio ainda ajuda no consumo de combustível. Por outro lado, deixar de fazer o processo afeta o desgaste de outros componentes como a suspensão.

Quando fazer?
O prazo indicado para fazer o rodízio dos pneus estará sempre descrito no manual do proprietário do veículo. É essa a recomendação que você deve seguir. Ele varia conforme o carro e o tipo de pneu. Em geral, varia entre 5.000 e 10.000 km. Contudo, na ausência de uma indicação do fabricante, algumas marcas de pneus recomendam o rodízio a cada 8.000 km para pneus radiais e a cada 5.000 km para os diagonais. 

Como fazer?
Em um carro com tração dianteira, o ideal é colocar os dois pneus dianteiros no mesmo lado no eixo traseiro. Ou seja, o pneu dianteiro esquerdo irá para o lado traseiro esquerdo e o pneu dianteiro direito irá para o lado traseiro direito. Já os pneus traseiros devem ir para a dianteira em lados invertidos: o traseiro esquerdo irá para o dianteiro direiro e vice-versa.

Se a tração do veículo for traseira, basta inverter, com os traseiros indo para a frente no mesmo lado e os dianteiros indo para a traseira com os lados invertidos.

Fique atento, porém, se os seus pneus são unidirecionais, ou seja, foram feitos para rodar apenas de um lado. Nesse caso, a troca é sempre do eixo dianteiro para o traseiro e vice-versa sem inverter os lados direito e esquerdo. Isso porque você não irá tirar o pneu da roda, mantendo o lado externo montado na parte externa. Em pneus unidirecionais, se for preciso passar para o lado oposto, será necessário desmontar e inverter o pneu no aro.

Na imagem a seguir você encontra a descrição de como fazer a troca dos pneus em cada caso:


*As linhas tracejadas indicam trocas alternativas que podem ser feitas no lugar das indicadas pelas linhas sólidas

E em veículos 4x4?
Nesse caso, o rodízio dos quatro pneus deve ser feito sempre em X, desde que não sejam unidirecionais.

E se as medidas forem diferentes?
Em veículos com medidas diferentes nos dois eixos, o rodízio é feito trocando-se os pneus do mesmo eixo entre si.

Por que incluir o estepe?
O ideal é fazer o rodízio usando o estepe para que o desgaste dos pneus seja realizado de forma equilibrada. Assim, se você precisar usar o estepe, o seu nível de desgaste não será tão diferente dos demais pneus, o que pode gerar algum desequilíbrio de comportamento ao ser montado em um eixo junto com outro pneu mais gasto.

Como fazer incluindo o estepe?
Se a tração do carro for dianteira, coloque os pneus dianteiros no mesmo lado no eixo traseiro. Coloque então um dos pneus traseiros na dianteira invertendo o lado e, no mesmo eixo do lado oposto, use o estepe, guardando o outro pneu traseiro como reserva. 

E depois do rodízio?
Sempre que fizer o rodízio ou trocar um dos pneus, é fundamental fazer o alinhamento e o balanceamento, além de calibrar a pressão. 

 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro