Hyundai HB20S 1.0 Turbo: retratos de maturidade| Impressões

Sem truques como entre-eixos alongado ou nome pomposo, Hyundai HB20S mostra maturidade na segunda geração

19/09/2019 - João Brigato / Fotos: João Brigato / Fonte: iCarros

O mercado de hatches compactos e sedãs compactos nunca foi tão distante quanto hoje. Se antigamente era preciso apenas adicionar uma retaguarda mais avantajada a um hatch e o sobrenome Sedan, agora o mercado quer mais. Nomes diferenciados, entre-eixos alongados e tamanho de sedã médio são os atrativos dessa categoria.

A Hyundai até poderia ter seguido por essa tocada com o HB20S 2020, mas preferiu apostar no amadurecimento da sua fórmula já consagrada. Não é o sedã compacto mais vendido da categoria, mas agora passa a preencher um nicho de modelos não espichados e que ainda assim são espaçosos.

Quem compra um, não compra outro

Tal qual seu irmão hatch, o novo Hyundai HB20S entrega design diferenciado e que promete dividir opiniões. A aposta da Hyundai com ele é no estilo fastback, quase como um cupê de quatro portas. Essa impressão é dada pela tampa traseira alta e curta decorada com uma tampa plástica preta que tenta aumentar visualmente a área do vidro traseiro.

Confira ofertas de HB20S na sua cidade

Com lanternas espichadas e tampa traseira lisa, o estilo mini-Elantra impera. Ao mesmo tempo,  o HB20S deixa claro que é um sedã compacto. Não há volumes ou exageros para parecer maior do que ele é. Até mesmo o fato de ter essa pegada de sedã cupê o deixou menor visualmente. Para quem gosta de um design mais esportivo e compacto, é um trunfo.

Pagamento de contas

Cobrando R$ 81.290 pela versão Diamond Plus, a Hyundai entra em uma perigosa faixa de preço, onde estão modelos maiores como Volkswagen Virtus e Toyota Yaris Sedã. Sem o mesmo espaço interno latifundiário dos rivais, ele se apoia na lista de equipamentos farta e na sensação de sofisticação dada à cabine na segunda geração. O porta-malas carrega 475 litros e é consideravelmente grande.

Confira a lista de equipamentos completa do HB20S 2020

Com estilo horizontalizado e matérias de melhor qualidade, a cabine do HB20S ganhou em refinamento . Os materiais são bem encaixados e feitos de plástico sólido e de qualidade, sem ser oco como antes. Todos os comandos  tem ótima ergonomia, ficam à mão e são aceis de usar – isso inclui a central multimídia de 8 polegadas com Android Auto e Apple CarPlay.

Saiba quanto pagar nas parcelas do seu próximo carro

Na versão topo de linha a Hyundai apresentou uma interessantíssima combinação de couro cinza claro combinado a plásticos cinza e detalhes em preto brilhante. A combinação deixa a cabine mais sofisticada e arejada. Vale ressaltar o painel de instrumentos que tem grafismos de bom gosto, mas uma sensação de déjà vu pois é quase idêntico ao dos antigos Onix e Prisma.

O banco mo motorista ganhou ajuste de altura por alavanca, o que ajudou a melhorar a ergonomia e diminuir a sensação claustrofóbica ao volante da geração anterior. Vale destacar ainda o conforto do assento e a presença de abas laterais pronunciadas que seguram bem o corpo.

Mudança de hábito

O Hyundai HB20S 2020 parece  um carro mais evoluído e aparentemente mais caro na nova geração e essa característica é ainda mais evidente ao dirigir. Com carroceria 17% mais rígida, ele parece mais sólido e comportado. Há um tempero mais esportivo e direto nessa nova geração, que abandonou o comportamento neutro de antes.

Um dos responsáveis por isso é o novo motor 1.0 três cilindros de 120 cv e 17,5 kgfm de torque. Ele entrega força suficiente para fazer seu corpo grudar no banco, fazendo isso de maneira linear e sem trancos. O silêncio de rodagem também é um dos destaques, com o motor invadindo a cabine apenas em situações de aceleração plena.

A transmissão automática de seis marchas trabalha de modo suave o tempo todo, ao mesmo tempo em que é ágil e permite extrai o melhor do 1.0 T-GDi. Vale ressaltar o acerto recalibrado do acelerador, que ficou mais fácil de dosar, perdendo o senso de urgência do HB20S antigo.

Não há mais batidas secas vindas da traseira, graças à mudança na suspensão. Sem ser mole ou dura demais, ela apresenta um meio termo entre esportividade e conforto que não compromete a tocada em qualquer ambiente asfaltado. A tendência de traseira sambante que o HB20S tinha antigamente foi totalmente neutralizada na nova geração.

Pontos de tecnologia

Bem servido na versão topo de linha, a nova geração do HB20S traz algo inédito na categoria: frenagem autônoma de emergência. Com atuação total até 50 km/h, o HB20S é capaz de frear completamente sozinho para evitar uma colisão. Acima dessa velocidade, o sistema atenua as consequências de um acidente.  

Outro item que apenas o HB20S (Diamond Plus) tem, e os rivais não, é manutenção em faixa. O sistema não faz correções no volante ou o faz vibrar, apenas alerta (som e visual) que você está saindo da trajetória. Mesmo em lugares com faixas apagadas ou ausentes, ele cria faixas virtuais que o mantém no caminho certo.

Um tanto quanto invasivo, o controle de tração e estabilidade atua de maneira bastante precoce, evitando qualquer tipo de escorregada da carroceria. É ótimo para a segurança e para motoristas pouco habilidosos, mas ele chega a interver em situações em que não há um perigo real de perda de trajetória.

Conclusão

O Hyundai HB20S nunca foi um grande hit como seu irmão. Com tamanho acanhado e preço elevado, ele deve permanecer como coadjuvante do segmento de sedãs compactos. No entanto, o HB20S apresenta uma ótima condução e interior refinado. Sem ser grande demais, vai agradar aos que querem mais porta-malas, mas não querem um sedã gigante.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro