JAC iEV40: o elétrico é tão diferente assim? | Impressões

Carros elétricos até agora ficaram restritos a públicos menores e JAC quer popularizar o segmento com o iEV40

12/09/2019 - João Brigato / Fotos: João Brigato / Fonte: iCarros

Enquanto Europa e Estados Unidos surfam na onda dos carros elétricos e híbridos há anos, o Brasil ainda engatinha. O primeiro híbrido produzido nacionalmente surgiu somente em 2019, enquanto os elétricos foram além do BMW i3 no mesmo período. Com muito potencial a ser explorado, a JAC quer popularizar o carro elétrico no Brasil com o iEV40.

Veja aqui ofertas de carros da JAC na sua cidade

Ok, talvez popularizar em um carro de R$ 153.500 pode parecer demais. Mas considere que esse carro terá custo de abastecimento por volta de R$ 15, enquanto de um carro a combustão o valor passa fácil de R$ 150.

Etanol, gasolina ou eletricidade?

A grande sacada do JAC iEV40 para custar menos é ser derivado de um carro a combustão, não ter nascido do zero como um elétrico como fez Nissan Leaf, Renault Zoe e Chevrolet Bolt. Em relação ao T40 padrão, o carro elétrico da JAC tem grade frontal fechada, painel de instrumentos digital, freio de estacionamento eletrônico e manopla de câmbio diferenciada.

Desatentos nem ao menos notarão que se trata de um SUV compacto elétrico. A versão destinada ao Brasil ficou ainda mais discreta, pois na China o modelo traz detalhes em azul no lugar dos cromados – elemento que foi suprimido no Brasil em favor de um design mais harmônico.

A cabine tem piso mais alto que o do T40 e abre mão da regulagem de altura do banco, o que faz com que a posição ao volante fique ligeiramente mais elevada. Na traseira, o espaço para as pernas é roubado pelas baterias. São mudanças sutis, mas de efeito prático.

Zoom

Se por fora e (parcialmente) por dentro o JAC iEV40 é um T40 como qualquer outro, na hora de andar a história é outra. Debaixo do capô reside um motor de 115 cv e 27,5 kgfm de torque. Comparando ao T40 CVT que tem motor 1.6 mais potente que o 1.5 flex usado no modelo manual, o iEV40 tem 23 cv a menos, mas o torque é 10,4 kgfm maior.

Vai trocar de carro? Simule as parcelas aqui

O JAC elétrico tem mais torque que um VW T-Cross Highline com motor 1.4 TSI (150 cv e 25,5 kgfm), para se ter uma noção. Na prática isso se traduz em um vigor invejável aos irmãos JAC bebedores de combustível. As acelerações são fortes e fazem o corpo grudar facilmente no banco. É muito mais divertido do que parece.

Tal qual a picape elétrica, o iEV40 tem um pequeno delay no acelerador, obrigando afundar um pouco mais o pé do que o costume em modelos nacionais para que o carro elétrico responda. Apesar de estranho nos primeiros metros, essa medida ajuda a evitar que acelerações desnecessariamente mais fortes ocorram.

O peso extra das baterias fez com que o iEV40 ficassem mais assentado e estável que o T40. Molas mais firmes foram instaladas, o que deixou o SUV compacto mais sólido e gostoso de dirigir. A direção tem peso correto, mas é um tanto quanto anestesiada. Para condução urbana, o foco da JAC com o iEV40, está mais do que justo.

Segundo a marca, o JAC iEV40 é capaz de rodar 300 km com carga completa. Por meio de uma tomada padrão doméstica, ele é carregado completamente em 8 horas, mas é possível recuperar 80% da carga em apenas uma hora em estações de carregamento rápido.

Padrão chinês

Os R$ 153.500 que a JAC cobra pelo iEV40 englobam a mesma lista de itens de série presente na versão topo de linha do T40. O padrão chinês de oferecer carros com lista de equipamentos generosa foi mantido, mesmo nesse modelo elétrico evidentemente mais caro.

Estão lá itens como ar-condicionado digital, central multimídia (sem Android Auto e Apple CarPlay), rodas de liga leve, luzes diurnas de LED, bancos revestidos de couro, câmera 360°, comandos de som no volante, câmera dianteira com função de gravação, controle de tração e estabilidade, assistente de partida em rampa e monitoramento de pressão dos pneus.

Conclusão

Por R$ 153.500 o JAC iEV40 entra em uma faixa de preço em que estão modelos como Jeep Compass Longitude, Jeep Renegade Traihawk Diesel, Chevrolet Equinox LT, Peugeot 3008 Allure, Honda HR-V Touring, Volkswagen Jetta GLI, Honda Civic Touring, Toyota Corolla Hybrid Altis Premium e outros tantos SUVs e sedãs mais sofisticados e equipados.

A grande questão do JAC iEV40 é oferecer a divertida condução de um carro elétrico atrelado a custos muito mais baixos. As revisões periódicas serão menos custosas pois há poucos itens para troca e o abastecimento é brutalmente mais barato. Abre-se mão de sofisticação, espaço e equipamentos, ganha-se em consciência ecológica, custos e diversão.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro