Os dez carros brasileiros há mais tempo na mesma geração

Tem carro que não muda há mais de dez anos, enquanto outros permanecem à base de retoques há 20 anos

23/06/2020 - João Brigato / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

Normalmente os carros têm ciclos de renovações muito parecidos. Uma nova geração é mostrada a cada 4 ou 6 anos, com uma reestilização ou facelift nesse meio tempo (entre e 2 e 3 anos de mercado). No entanto, alguns carros extrapolam a lógica e se mantém no mercado há anos sem mudanças.

Leia mais:
+ Quanto custam as revisões dos 10 carros mais vendidos?
+ Qual o preço do seguro dos carros mais vendidos do Brasil?
+ Os 10 opcionais mais caros oferecidos nos carros nacionais

Pensando nisso, reunimos aqui dez carros que estão há mais tempo no Brasil sem mudanças de geração. Alguns dos modelos da lista, vale notar, nem ao menos uma reestilização tiveram desde que foram lançados ou, quando feita, foi extremamente sutil.

Fiat Strada – 22 anos

Nem mesmo com a nova geração programada para chegar às concessionárias em 26 de julho a antiga Strada entregará os pontos. Lançada em 1998, a primeira geração da picape da Fiat já foi reestilizada cinco vezes em seus 22 anos de carreira e será mantida em linha em versão de entrada.

Fiat Doblò – 19 anos

Outro longevo modelo no mercado brasileiro, o Fiat Doblò supera sua irmã Strada apenas pelo fato de permanecer igual há muito mais tempo que ela. Lançado em 2001 no Brasil, ele foi reestilizado somente uma vez: desde 2009 tem o mesmo visual e não há chances de mudar.

Volkswagen Fox – 16 anos

O Volkswagen Fox já era para ter se aposentado. Quando o Polo foi lançado, o hatch altinho deveria permanecer somente um tempo até ter sua produção interrompida. Mas a adoção de versões voltadas ao custo-benefício fez com que as vendas se mantivessem boas. O Fox nasceu em 2004 e, desde então, foi reestilizado três vezes.

Volkswagen Gol – 12 anos

Reestilizado três vezes desde que a atual terceira geração foi lançada, o Volkswagen Gol é o campeão de longevidade de suas gerações: em 40 anos de estrada, ele teve apenas três gerações, reestilizadas inúmeras vezes. É bastante provável que o modelo receba mais uma mudança visual antes de ser substituído, visto que ainda vende muito bem.

Chevrolet Montana – 10 anos

Dez anos atrás, a Chevrolet substituiu a Montana derivada da terceira geração do Corsa pela Montana derivada do Agile, o qual trazia plataforma da segunda geração do Corsa. O retrocesso se mostrou mais longevo: a primeira Montana foi produzida entre 2003 e 2010, enquanto a atual coleciona 10 anos de mercado sem nem mesmo um facelift.

Volkswagen Amarok – 10 anos

Em dez anos de mercado, a Amarok foi reestilizada apenas uma vez e de maneira bastante sutil. Detém hoje o título de picape média mais potente do mercado brasileiro por conta de seu motor V6 3.0 diesel de 258 cv. Uma nova geração está no forno e dividirá plataforma com a Ford Ranger.

Fiat Uno – 10 anos

Enquanto o Uno original de primeira geração só foi aposentado por força da lei, a segunda geração do hatch compacto se mostra também longeva. Lançado em 2010, ele foi reestilizado somente duas vezes, sendo a última em 2016. Deu origem ao Mobi e à segunda geração da Strada, além da Fiorino, que por pouco não entrou para essa lista.

Nissan March – 9 anos

Sem perspectiva de ser substituído, o Nissan March lançado em 2011 foi reestilizado somente uma vez em seus 9 anos de carreira. Na Europa e no Japão ele já foi substituído, enquanto por aqui perdeu as versões 1.0 e terá seu futuro atrelado à terceira geração do Renault Sandero.

Nissan Versa – 9 anos

Lançado junto ao March em 2011, ainda importado do México, o Nissan Versa também está a beira de completar uma década na mesma geração. O atual modelo continuará a ser produzido no Brasil por mais um tempo, devidamente rebatizado de V-Drive. A nova geração será importada do México e não tem nada a ver com o sedã que vemos hoje nas ruas.

Hyundai ix35 – 9 anos

No Brasil a família Tucson é eterna. A primeira geração durou mais de dez anos sem nenhum facelift, enquanto a segunda geração (rebatizada de ix35) está completando 9 anos de mercado. Só não é o mesmo modelo de 2011 porque a CAOA mexeu nos faróis, lanternas transiras e para-choque dianteiro em 2016.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.