VW Gol: 10 curiosidades dos 40 anos do hatch compacto

Veterano da Volkswagen completou 40 anos de história e mais da metade deles como líder de mercado

19/05/2020 - João Brigato / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

Pode nem parecer, mas o Volkswagen Gol completou 40 anos de vida em maio. Fabricado desde sempre na planta de Taubaté, interior de São Paulo, o hatch compacto tem muita história para contar. Com isso, reunimos aqui dez curiosidades sobre o Volkswagen Gol.

Leia mais:
+ Os 15 carros mais vendidos no Brasil em 1998
+ Dez tipos de carro que morreram no Brasil
+ Novo Gol, Tarok e Tarek adiados por conta do Coronavírus

1. Primeiro flex

É possível dizer que o Gol mudou o mercado brasileiro pois em 2003 ele lançou uma tendência que logo se tornou regra no mercado: o motor flex. Batizado de TotalFlex, o motor 1.6 logo chegou a outros modelos da marca.

2. Mais exportado do Brasil

O Gol é um dos poucos carros brasileiros que pode se orgulhar de ter feito carreira internacional. Modelo mais exportado da história da indústria nacional ele já foi exportado para o Iraque, Irã, China, praticamente todos os países da América Latina e até mesmo para os EUA, só que por lá era Voyage e Parati que eram vendidos.

3. Famílias

Ao longo de todas as gerações do Gol apenas ele e a Saveiro se mantiveram na família. A Parati se despediu em 2012, sendo a G4 a última de sua espécie. Já o sedã Voyage teve um hiato de 12 anos entre 1996 e 2008, não tendo nenhuma variante da segunda geração (bolinha, G3 e G4).

4. Apenas três gerações

Apesar de o atual Gol ser popularmente chamado de G8, ele está, na realidade, apenas em sua terceira geração. A primeira geração foi a quadrada de 1980 a 1996. Já a segunda compreende os modelos bolinha, G3 e G4 entre 1994 e 2014. Já a atual terceira geração surgiu em 2008, convivendo com o G4, e foi reestilizada três vezes.

5. Sucessor do Fusca

Tal qual a Brasilia, a função do Gol era substituir o Fusca no Brasil, algo que não deu certo. Os modelos conviveram por anos no mercado em harmonia. O que o Gol conseguiu foi se tornar o carro mais vendido do Brasil e quebrar o recorde do Fusca, se mantendo líder por 27 anos.

6. Nome brasileiro

Em seus compactos, a Volkswagen tende a batizá-los com nomes de esporte. É assim com Golf e Polo, que tem nomes mais literais. Para deixar clara a brasilidade do Gol, a marca fez alusão ao futebol. Outro modelo que tem essa inspiração é o Nissan Kicks, visto que seu nome é a tradução em inglês para chutes.

7. Era dos opcionais

Quando o Gol G3 foi lançado em 1999, o hatch compacto deu início à moda dos pacotes opcionais. Tudo era opcional nele. Era possível, por exemplo, ter um Gol duas portas 1.0 com airbags e todos os opcionais possíveis ao mesmo tempo que um modelo 2.0 poderia vir até sem vidros elétricos.

8. Injeção

Além de ter sido o primeiro carro brasileiro flex, o Gol também foi o primeiro a ser equipado com injeção eletrônica. O equipamento foi lançado no Gol esportivo em 1989, que fez com que sua nomenclatura trocasse de GT/GTS para GTi.

9. 27 anos na liderança

Com mais de 8,5 milhões de Gol produzidos no Brasil, o modelo foi líder de vendas por 27 anos consecutivos. Foi derrubado em 2014 pelo Fiat Palio e depois pelo Chevrolet Onix. Hoje está longe dos líderes por conta do Polo, mas ainda é um dos carros mais vendidos do país.

10. Ar e água

Apesar de ser um projeto infinitamente mais moderno que o Fusca, o Gol lançado em 1980 com o motor a ar de seu antecessor. Era fraco, barulhento e vibrava bastante, o que lhe rendeu o apelido de batedeira. O motor a água veio somente em 1985.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro