Sobre BMW X1 

Linha 2016

Agora em sua segunda geração, o X1 chega à linha 2016 com nova plataforma, dimensões maiores, porta-malas mais amplo e motor aprimorado rendendo 1 kgfm a mais de torque. Outra alteração importante é que as versões de entrada perdem a tração traseira que possuíam na geração anterior, sendo oferecidas com tração dianteira. 

Por baixo do capô

São três configurações disponíveis no País, todas agora dotadas de motor transversal (era longitudinal) 2.0 flex de quatro cilindros com turbo de dupla voluta - no primeiro mês de vendas o modelo era importado e movido apenas a gasolina. Nas duas versões mais em conta, ele rende 192 cv de potência e 28,5 kgfm de torque, enquanto a topo de linha desenvolve 231 cv e 35,7 kgfm. Todas possuem câmbio automático de oito marchas com opção de trocas manuais nas borboletas atrás do volante. Com esse conjunto, a sDrive 20i GP de entrada acelera de 0 a 100 km/h em 7,7 segundos, enquanto a topo de linha xDrive25i cumpre em 6,5 segundos. Outra mudança na linha 2016 é que somente a versão mais cara traz tração integral com divisão padrão de 60% do torque na dianteira e 40% na traseira - a tração é dianteira nas demais. 

Mais do X1

A segunda geração do X1 é feita sobre a mesma plataforma do BMW Série 2 Active Tourer e do Mini Cooper Hatch. Com isso, o crossover ganhou estilo de SUV, com 53 mm a mais na altura e 23 mm a mais na largura quando comparado a seu antecessor, perdendo por outro lado 15 mm no comprimento. O espaço para as pernas no banco traseiro também cresceu 74 mm, enquanto o porta-malas oferece 85 litros a mais, agora com capacidade para 505 litros ou 1.505 litros com os bancos traseiros rebatidos - são 200 litros a mais que a geração anterior.

Desde a versão de entrada, o X1 vem equipado com central multimídia com tela de 6,5 polegadas e GPS integrado, Start/Stop, regeneração de energia de frenagem, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), pneus Runflat, faróis full LED, sensor de estacionamento traseiro, acionamento automático dos faróis, sensor de chuva, rodas de liga leve aro 18, retrovisor interno antiofuscante, ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura, informação de trânsito em tempo real, serviço de concierge, faróis de neblina, acionamento automático dos faróis e controlador de velocidade.

Passado

Caçula da família de utilitários esportivos da BMW, o X1 desembarcou no Brasil, vindo da Alemanha, em 2010. Inicialmente apresentado como carro conceito no Salão de Paris (França) de 2008, o veículo tem alguns elementos do irmão X3. Na traseira, no entanto, o formato das lanternas era inédito nos carros da marca. A segunda geração, apresentada em setembro de 2015 no Salão de Frankfurt, na Alemanha, desembarcou no País no início de 2016 com as primeiras unidades importadas da Alemanha. Logo, porém, ele retornou às lojas no modelo nacional feito em Araquari (SC), onde o SUV é produzido desde 2014.

Itaú

Simule o financiamento

Veja o valor da parcela do seu próximo carro, online e sem compromisso. Simular financiamento

Opinião do dono

9,1

Quase Perfeito

Pablo em 03/07/2014
X1 xDrive28i 3.0 24V 2014
 
Pontos positivos

conforto, desempenho e acabamento

 
Pontos negativos

pequeno número de concessionárias no país

 
Comentários

evoque é uma das melhores opções do segmento e detona na quantidade de itens de conforto , tecnologia e segurança .

Essa opinião foi útil pra você?
6,9

razoavel

Luiz Eduardo Medeiros Mendes em 22/01/2015
X1 2.0 sDrive20i (Aut) 2014
 
Pontos positivos

acababento design

 
Pontos negativos

custo/benificio performace consumo

 
Comentários

n e tudo que eu pensei

Essa opinião foi útil pra você?
9,4

ÓTIMO CARRO COM PNEUS PÉSSIMOS.

LUIS FERNANDO RODRIGUES em 16/12/2014
X1 2.0 sDrive20i (Aut) 2014
 
Pontos positivos

motor,câmbio e suspensão são ótimos. dirigibilidade e espaço interno também são bons.

 
Pontos negativos

pneus run flat são péssimos, caríssimos (2 mil cada) e inadequados para os buracos do brasil pois fazem bolhas nas laterais com facilidade. com 15.000 km já tinha trocado 3 pneus. detalhe, não tem garantia.

 
Comentários

o veículo é muito bom. a suspensão é firme, o cambio é macio e o motor turbo de 184 responde adequadamente, porém os pneus run falt são péssimos e super delicados fazendo bolhas com facilidade, o que gerou um custo de 2 mil reais por cada um. troquei 3 pneus até os 15.000 km. detalhe, não tem garantia. recomendo trocar os pneus por penus comuns com banda mais larga tipo 225*50*18.

Essa opinião foi útil pra você?

publicidade

publicidade

Outros anos de BMW X1

Outros anos Faixa de Preço Ofertas
2015 De R$ 116.690 a R$ 156.731 ver ofertas
2014 De R$ 96.538 a R$ 103.877 ver ofertas
2013 De R$ 83.487 a R$ 91.675 ver ofertas
2012 De R$ 72.388 a R$ 95.311 ver ofertas
2011 De R$ 67.341 a R$ 85.366 ver ofertas
2010 De R$ 78.788 a R$ 78.788 ver ofertas