Faixa de Preço KBB™
O Preço KBB™ se baseia no preço sugerido pelas fabricantes + preço dos revendedores + condições de mercado. Essa combinação de dados passa ainda por uma equipe de analistas e gera o preço certo que você pode pagar por um carro novo, para que você possa ter maior confiança e fazer o melhor negócio. Saiba mais
Kbb
Sobre BMW X1
Por baixo do capô
São três configurações disponíveis no País, todas agora dotadas de motor transversal (era longitudinal) 2.0 flex de quatro cilindros com turbo de dupla voluta - no primeiro mês de vendas o modelo era importado e movido apenas a gasolina. Nas duas versões mais em conta, ele rende 192 cv de potência e 28,5 kgfm de torque, enquanto a topo de linha desenvolve 231 cv e 35,7 kgfm. Todas possuem câmbio automático de oito marchas com opção de trocas manuais nas borboletas atrás do volante. Com esse conjunto, a sDrive 20i GP de entrada acelera de 0 a 100 km/h em 7,7 segundos, enquanto a topo de linha xDrive25i cumpre em 6,5 segundos. Outra mudança incorporada desde a linha 2016 é que somente a versão mais cara traz tração integral com divisão padrão de 60% do torque na dianteira e 40% na traseira - a tração é dianteira nas demais. 
Mais do X1
A segunda geração do X1 é feita sobre a mesma plataforma do BMW Série 2 Active Tourer e do Mini Cooper Hatch. Com isso, o crossover ganhou estilo de SUV, com 53 mm a mais na altura e 23 mm a mais na largura quando comparado a seu antecessor, perdendo por outro lado 15 mm no comprimento. O espaço para as pernas no banco traseiro também cresceu 74 mm, enquanto o porta-malas oferece 85 litros a mais, agora com capacidade para 505 litros ou 1.505 litros com os bancos traseiros rebatidos - são 200 litros a mais que a geração anterior.
Desde a versão de entrada, o X1 vem equipado com central multimídia com tela de 6,5 polegadas e GPS integrado, Start/Stop, regeneração de energia de frenagem, seis airbags (frontais, laterais e de cortina), pneus Runflat, faróis full LED, sensor de estacionamento traseiro, acionamento automático dos faróis, sensor de chuva, rodas de liga leve aro 18, retrovisor interno antiofuscante, ar-condicionado digital com duas zonas de temperatura, informação de trânsito em tempo real, serviço de concierge, faróis de neblina, acionamento automático dos faróis e controlador de velocidade.
Passado
Caçula da família de utilitários esportivos da BMW, o X1 desembarcou no Brasil, vindo da Alemanha, em 2010. Inicialmente apresentado como carro conceito no Salão de Paris (França) de 2008, o veículo tem alguns elementos do irmão X3. Na traseira, no entanto, o formato das lanternas era inédito nos carros da marca. A segunda geração, apresentada em setembro de 2015 no Salão de Frankfurt, na Alemanha, desembarcou no País no início de 2016 com as primeiras unidades importadas da Alemanha. Logo, porém, ele retornou às lojas no modelo nacional feito em Araquari (SC), onde o SUV é produzido desde 2014.
publicidade
Opinião do dono
9
Avaliação Geral
2 avaliações
9,5
Design
Melhor nota
8,5
Manutenção
Pior nota
publicidade
publicidade