Faixa de Preço KBB™
O Preço KBB™ se baseia no preço sugerido pelas fabricantes + preço dos revendedores + condições de mercado. Essa combinação de dados passa ainda por uma equipe de analistas e gera o preço certo que você pode pagar por um carro novo, para que você possa ter maior confiança e fazer o melhor negócio. Saiba mais
Kbb
Sobre Citroën Aircross
Linha 2018
Modelo passa a ser equipado com câmbio automático de seis velocidades nas versões com motor 1.6, sendo duas versões com esse conjunto e uma para PCD (portadores de necessidades especiais). Com a novidade, houve uma diminuição da potência, que foi de 122 cv para 118 cv com etanol.
Por baixo do capô
O Aircross é equipado com motor 1.6 16V flex com comando de válvulas variável que rende 118 cv e 16,4 kgfm de torque máximo com etanol ou 115 cv e 15,5 kgfm com gasolina. Ele também conta com motor 1.5 - que já equipa o C3 Picasso - de 93 cv e 14,2 kgfm com etanol ou 89 cv e 13,4 kgfm com gasolina. O câmbio pode ser manual de cinco marchas ou automático de seis velocidades - a transmissão automática recebeu recentemente a função Eco, que adianta as trocas de marcha e reduz o consumo em até 5% de acordo com a fabricante.
Mais do Aircross
Fabricado em Porto Real (RJ), o Aircross é feito sobre a mesma plataforma de C3, C3 Picasso e Peugeot 208. O destaque da linha 2016 fica por conta das novas versões de entrada que aboliram o estepe na tampa traseira. O porta-malas carrega 403 litros e a posição de dirigir é elevada. A opção básica vem de fábrica com direção elétrica, ar-condicionado, pneus com baixa resistência ao rolamento, computador de bordo, trio elétrico (nas quatro portas) e porta-luvas refrigerado. A topo de linha possui, de série, central multimídia com tela sensível ao toque de sete polegadas, câmera de ré, Bluetooth, USB, 16GB de memória e espelhamento do celular compatível com os sistemas MirrorLink (para Android) e CarPlay (para IOS). É possível ainda utilizar o aplicativo Link MyCitroën e acessar pelo smartphone informações do veículo como autonomia, consumo e localização onde está estacionado, entre outras funções.
Passado
Apesar de ser baseado no C3 Picasso, o Aircross foi apresentado antes no mercado nacional. O modelo aventureiro chegou em 2011, enquanto o monovolume que lhe deu origem veio um ano depois. No final de 2015, foi lançada no Brasil a reestilização do Aircross, que aposentou de vez a C3 Picasso, com mudanças visuais e no catálogo: as versões Tendance e Exclusive foram renomeadas para Feel e Shine e houve a inclusão das configurações inéditas Start e Live, que não têm o estepe na tampa traseira. Em maio de 2017, o modelo ganhou câmbio automático de seis marchas, aposentando a defasada transmissão de quatro velocidades. 
publicidade
Opinião do dono
8,9
Avaliação Geral
12 avaliações
9,7
Design
Melhor nota
7,2
Consumo
Pior nota
publicidade
publicidade