Sobre Honda City 

Linha 2016

Sem mudanças de visual ou motorização, a linha 2016 acrescenta apenas novos equipamentos de série ao City. A versão de entrada DX ganha itens como chave canivete, volante com ajuste de altura e de profundidade - antes estava disponível apenas a regulagem de altura -, painel de instrumentos e comandos do painel com iluminação na cor branca, para-brisa degradê e retrovisores externos pintados na cor da carroceria.

A opção intermediária LX acrescenta maçanetas internas cromadas e volante com comandos de áudio, enquanto a versão EX inclui volante com revestimento de couro e apoio de braço central com porta-objetos. Por fim, a topo de linha EXL recebeu airbags de cortina, sistema multimídia com tela de 7 polegadas sensível ao toque, GPS integrado e câmera de ré. Houve ainda a incorporação no catálogo da versão DX com câmbio CVT.

Por baixo do capô

O City 2015 traz o mesmo motor 1.5 16V flex que equipava o modelo anterior. Porém, ele agora conta com a tecnologia FlexOne, que dispensa o tanque de gasolina para partida a frio. Ele rende 115 cv de potência com gasolina e 116 cv com etanol, com torque de 15,3 kgfm a 4.800 rpm. Apenas a versão de entrada DX é vendida com câmbio manual de cinco marchas. Todas, porém, são oferecidas com transmissão automática CVT (continuamente variável) que simula sete marchas e permite trocas manuais apenas nas opções mais caras EX e EXL. 

Mais do City

Fabricado em Sumaré (SP), o sedã compacto usa a mesma plataforma do Fit. Ele está levemente maior desde a linha 2015, com 5 cm a mais no comprimento (são 4,45 m) e no entre-eixos (2,60 m). Largura e altura não mudaram: são 1,69 m e 1,48 m, respectivamente. O porta-malas também cresceu 30 litros, com capacidade para 536 litros - sendo 485 litros acima da tampa assoalho e mais 51 litros de espaço útil abaixo da tampa. Com a nova geração, o sedã recebeu grade, para-choques, faróis e lanternas traseiras redesenhadas, além de vincos mais definidos na carroceria. O interior também sofreu alterações e ficou igual ao do novo Fit.

Passado

O Honda City chegou ao mercado brasileiro em 2009. Comercializado em 55 países, foi lançado no Brasil em sua terceira geração e recebeu uma leve atualização em 2012. A linha 2013 ganhou alguns retoques visuais, tanque de combustível redimensionado para oferecer maior autonomia (de 42 l para 47 litros) e reposicionamento da linha. Em 2014, foi lançada a quarta e atual geração no País.

Itaú

Simule o financiamento

Veja o valor da parcela do seu próximo carro, online e sem compromisso. Simular financiamento

Opinião do dono

9,3

Vale a Compra

Emilio Murari em 21/08/2016
City EXL 1.5 CVT (Flex) 2016
 
Pontos positivos

espaço interno excelente, porta-malas muito bom, econômico, ar condicionado digital competente, câmbio cvt excelente, bancos de couro confortáveis e sistema de som perfeito.

 
Pontos negativos

falta de módulo de elevação dos vidros e falta de iluminação no porta-luvas. itens imperdoáveis num carro de quase 80 mil. é um pouco baixo, exigindo um pouco de cuidado em valetas e lombadas.

 
Comentários

o caro tem um bom comportamento dinâmico, a direção elétrica é maravilhosa, bom desempenho na estrada e economia também, pois numa viagem de 1200 km na fernão dias consegui médias acima de 15 km/l com gasolina a 110/120 km/h com ar ligado. é meu primeiro carro da honda eu esto muito satisfeito.

Essa opinião foi útil pra você?
7,9

RUÍDOS JA NA PRIMEIRA SEMANA DE USO.

RICARDO GARCIA em 31/10/2016
City LX 1.5 CVT (Flex) 2016
 
Pontos positivos

confortável, bom desempenho na estrada, desing arrojado, porta-malas excelente tamanho.

 
Pontos negativos

muiiiitos ruídos; comprei o carro zero e já na primeira semana de uso, já apresentou ruídos na saída do ar condicionado do painel...o problema se intensificou e tem ficado insuportável a ponto de me arrepender por ter optado pela marca. me sinto dentro de uma carroça que transporta tampas de panelas velhas!!! dentro de um mês de uso, o carro apresentou a intensidade de ruídos que um wv (cross-fox) que tive apresentou no quinto ano de uso.

Essa opinião foi útil pra você?
9,4

Muito BOM!!

Manuela Almeida em 19/01/2015
City EXL 1.5 CVT (Flex) 2015
 
Pontos positivos

muito bom de dirigir. espaço interno gigante. motor silencioso. muito econômico. design lindo!! muito confortável. câmbio cvt muito bom!!

 
Pontos negativos

ruído interno no painel, ruído na parte de baixo do carro, ruído na mala, demora para chegar peça, concessionária perdida com essas novidades (ruídos) por ser um carro muito novo, falta gps e módulo dos vidros.

 
Comentários

carro muito bom! gostoso de dirigir, motor silencioso, câmbio cvt ótimo, espaço interno gigante, design perfeito!! fábrica e concessionária necessitam saber mais sobre o carro e possíveis ruídos, por ser novidade.

Essa opinião foi útil pra você?

publicidade

publicidade

Outros anos de Honda City

Outros anos Faixa de Preço Ofertas
2015 De R$ 48.158 a R$ 62.183 ver ofertas
2014 De R$ 42.091 a R$ 49.165 ver ofertas
2013 De R$ 37.669 a R$ 44.313 ver ofertas
2012 De R$ 35.432 a R$ 42.404 ver ofertas
2011 De R$ 32.810 a R$ 38.994 ver ofertas
2010 De R$ 31.709 a R$ 36.098 ver ofertas

Outros modelos recomendados para você