Faixa de Preço KBB™
O Preço KBB™ se baseia no preço sugerido pelas fabricantes + preço dos revendedores + condições de mercado. Essa combinação de dados passa ainda por uma equipe de analistas e gera o preço certo que você pode pagar por um carro novo, para que você possa ter maior confiança e fazer o melhor negócio. Saiba mais
Kbb
Sobre Honda City
Linha 2018
Sedã reestilizado tem cinco versões à venda: DX, LX, EX e EXL, além da nova versão Personal destinada à venda PCD para portadores de deficiência. O City recebeu novos para-choques, grade frontal que destaca mais o logotipo e novos faróis com luzes diurnas de LED - de série em todas as versões. Mudam também as rodas de liga leve: de 15 polegadas na DX e de 16 polegadas nas demais.
Para a linha 2018, a configuração de entrada DX ganha vidros elétricos com sistema um toque para todos os ocupantes e fechamento automático dos vidros por meio do alarme, enquanto a LX traz a mais rodas de liga leve de 16 polegadas, faróis de neblina e as lanternas com guias de LED. A partir dessa versão, aliás, há uma nova cor para o acabamento do painel, um tom de cinza mais escuro.
A versão EX, por sua vez, ganha airbags laterais no modelo 2018. A topo de linha EXL agrega agora retrovisores elétricos com rebatimento automático (por botão interno ou pela chave) e uma nova central multimídia com tela de sete polegadas com GPS, Bluetooth e espelhamento de smartphones via Apple CarPlay e Android Auto. 
Por baixo do capô
O City segue oferecido com o motor 1.5 16V flex que rende 115 cv de potência com gasolina e 116 cv com etanol, com torque de 15,3 kgfm a 4.800 rpm. Apenas a versão de entrada DX é vendida com câmbio manual de cinco marchas. Todas as demais têm transmissão automática CVT (continuamente variável) que simula sete marchas e permite trocas manuais nas opções mais caras EX e EXL. 
Mais do City
Fabricado em Sumaré (SP), o sedã compacto usa a mesma plataforma do Fit. Ele está levemente maior desde a linha 2015, com 5 cm a mais no comprimento (são 4,45 m) e no entre-eixos (2,60 m). Largura e altura não mudaram: são 1,69 m e 1,48 m, respectivamente. O porta-malas também cresceu 30 litros, com capacidade para 536 litros - sendo 485 litros acima da tampa assoalho e mais 51 litros de espaço útil abaixo da tampa.
Todas as versões já vem com ar-condicionado (manual nas versões DX, Personal e LX, e digital touchscreen na EX e EXL), sistema de som com Bluetooth e entrada USB, direção elétrica, travas e vidros elétricos, volante com ajuste de altura e profundidade e chave tipo canivete.
A nova versão Personal vem equipada de série com controle de cruzeiro, retrovisores com luz indicadora de direção, ar-condicionado, direção elétrica, vidros elétricos com função um toque, subida de vidros automática com o acionamento duplo do botão do alarme, travas elétricas em todas as portas e volante com regulagem de altura e profundidade. 
Passado
O Honda City chegou ao mercado brasileiro em 2009. Comercializado em 55 países, foi lançado no Brasil em sua terceira geração e recebeu uma leve atualização em 2012. A linha 2013 ganhou alguns retoques visuais, tanque de combustível redimensionado para oferecer maior autonomia (de 42 l para 47 litros) e reposicionamento da linha. Em 2014, foi lançada a quarta e atual geração no País ganhando visual renovado por dentro e por fora. A última reestilização chegou às lojas em fevereiro de 2018.
publicidade
Opinião do dono
7,6
Avaliação Geral
5 avaliações
8,6
Design
Melhor nota
6,6
Conforto
Pior nota
publicidade

Envie sua proposta e compre seu Honda City

Selecione uma concessionária para enviar a sua proposta

*Seus dados serão enviados para o anunciante

O vendedor entrará em contato para informar as condições de financiamento.

Resultado da simulação

Altere abaixo o valor da entrada ou das parcelas e veja mais opções de simulações.

500 1000 500 1000
publicidade