Sobre Jeep Renegade 

Linha 2017

O motor 1.8 flex foi revisado para entregar mais potência e torque e há uma nova versão topo de linha com esse propulsor batizada de Limited. Além disso, três das quatro configurações já existentes ganharam mais equipamentos de serie. A Sport agora inclui porta-óculos, barras longitudinais de teto, banco do passageiro rebatível, porta-objetos sob o assento, central multimídia Uconnect de 5” com tela de toque, GPS e câmera de ré (central disponível apenas com motor 2.0 Diesel). Já a Longitude recebeu porta-óculos e bancos de couro (com motor 2.0 Diesel). Por fim, a Trailhawk traz a adição de airbags laterais, de cortina e de joelhos para o motorista e faróis de xenônio.

Por baixo do capô

O Jeep Renegade é oferecido com duas opções de motor e três de câmbio. Há o revisado 1.8 flex de 139 cv e 19,3 kgfm de torque (etanol), um ganho de 7 cv e 2 kgfm sobre o antecessor. Ele pode ser acoplado a uma transmissão manual de cinco marchas ou automática de seis. Já o 2.0 turbodiesel de 170 cv vem sempre acompanhado do câmbio automático de nove marchas. A tração pode ser 4x2 ou 4x4, dependendo da versão.

Mais do Renegade

O Renegade, produzido na fábrica da Jeep em Goiana (PE), é oferecido em quatro versões de acabamento: 1.8, Sport, Longitude e Trailhawk. Com espaço para cinco ocupantes, ele mede 4,23 m de comprimento, 1,79 m de largura, 1,66 m de altura e 2,57 m de entre-eixos. Seu porta-malas tem capacidade para 260 litros, chegando a 1.300 litros com os bancos traseiros rebatidos. Por ser um modelo com apelo fora de estrada, vale a pena conhecer seus atributos off-road: ângulo de entrada de 20,4°, ângulo de saída de 29,4°, ângulo de rampa de 21,3° e altura livre do solo de 200 mm. A versão mais direcionada para esse fim é a topo de linha Trailhawk, que possui tração 4x4, suspensão elevada em 2,5 cm, barras longitudinais no teto, ganchos para reboque, lanterna removível e sistema Select-Terrain com modos de condução (neve, lama, areia, pedras e auto).

Desde a versão de entrada, o Jeep vem equipado com ar-condicionado, direção elétrica, controle anticapotamento, assistente de partida em rampa, sistema isofix para cadeiras infantis, assistente de frenagem de emergência, travas e vidros elétricos nas quatro portas, retrovisores com ajuste elétrico, sistema de áudio com conectividade Bluetooth e USB, controles de áudio no volante, faróis de neblina, luzes diurnas, controlador de velocidade, sensor de estacionamento traseiro e rodas de 16 polegadas.

Passado

Inaugurando a planta de Goiana (PE), o Renegade foi lançado no mercado brasileiro em março de 2015, chegando para brigar com SUV's compactos como Ford EcoSport, Renault Duster e Honda HR-V, este último apresentado na mesma época.

Itaú

Simule o financiamento

Veja o valor da parcela do seu próximo carro, online e sem compromisso. Simular financiamento

Opinião do dono

9,0

Excelente !!! Compraria de novo certamente !!!

Carlos Frederico em 20/02/2017
Renegade Limited Teto 1.8 E.torQ (Flex) (Aut) 2017
 
Pontos positivos

carro com designer diferenciado, confortável, excelente para se dirigir e muito seguro.

 
Pontos negativos

consumo elevado, mas entendo devido ao seu peso.

 
Comentários

vejo aqui muitos reclamando do consumo elevado (fato) e também do espaço do porta malas. como tenho dois carros, não vejo essas reclamações como um desastre, mas pelas quantidades de opcionais que o veiculo oferece, você acaba esquecendo desses por menores. não sabia que a marca jeep era tão boa assim.....ja deveria ter comprado a muito mais tempo.

Essa opinião foi útil pra você?
10,0

Um verdadeiro SUV - conforto e segurança.

Cleandro Ferreira em 07/07/2015
Renegade Longitude 1.8 (Flex) (Aut) 2016
 
Pontos positivos

conforto, segurança, altura, acabamento, design, inovações, espaço para ocupantes, custo x benefício, manutenção em conta. consumo em trajeto misto (cidade/br) está entre 10 e 11km/l, com gasolina grid.

 
Pontos negativos

tamanho do porta malas, que pode ser sanado com um bagageiro.

 
Comentários

com certeza compraria novamente o carro. o meu esá com 20.000 km rodados e não tive nenhum problema. para quem tem interesse em adquirir, recomendo sem restrições.

Essa opinião foi útil pra você?
10,0

O carro é um sonho!

Jary de Xerez Neto em 05/10/2015
Renegade Sport 1.8 (Flex) 2016
 
Pontos positivos

adquiri o jeep renegade 1.8 sport há um mês e já rodei cerca de 1.600 km. ao longo desta jornada já tive a oportunidade de fazer duas longas viagens de centenas de kilometros, e consegui manter um consumo de 13,3 km/l ao longo de cada jornada, mantendo uma velocidade de 80 a 90 km/h, trocando as marchas sempre a menos de 3.000 r.p.m. o ar condicionado gela de forma absurda. o interior do carro é impecável, com bancos macios e ergonomicamente muito bem projetados. a altura do fundo do carro a pista o protege contra arrasto em quebra-molas. o volante é muito macio e proporciona uma dirigibilidade muito gostosa, tanto na cidade quanto na estrada. na cidade não faz feio, se comporta muitíssimo bem, mesmo longe de seu habitat natural e faz no engarrafamento 10,5 km/l. o espaço do bagageiro é excelente e, tanto é que conseguimos transportar: carrinho e todos os apetrechos do nosso sobrinha de dois meses, mais malas sem problema algum, ao retirar o tampão.

 
Pontos negativos

de não ter sido lançado antes!!!

 
Comentários

o carro é forte em todos os aspectos! confortável, econômico demais a gasolina, seguro e estável nas curvas, veloz, forte nas ultrapassagens seguras das estradas e arrojado. a primeira pergunta que as pessoas me fazem é se ele é confortavel? respondo sem sombra alguma de dúvida: sim! a ponto de não deixar o corpo cansado em viagens longas e de deixá-lo bem acondicionado, alojado em engarrafamentos. dias de calor já eram com este ar condicionado hiper gelados e quanto aos buracos na rua fruto da incompetência tecnica e administrativa de nossas obras públicas? nem os sinto mais.

Essa opinião foi útil pra você?

publicidade

publicidade

Outros anos de Jeep Renegade

Outros anos Faixa de Preço Ofertas
2016 De R$ 62.051 a R$ 111.440 ver ofertas