Como dirigir fora do País?

Saiba como não ter dor de cabeça ao alugar um esportivo ou conhecer lugares de motorhome no exterior

18/06/2014 - iCarros / Fotos: iCarros e divulgação / Fonte: iCarros

Na semana passada, o iCarros publicou um vídeo com um grupo de amigos que decidiu acompanhar os jogos da copa no Brasil a bordo de um motorhome. De acordo com o time, que partiu do Espírito Santo rumo às várias cidades de Norte a Sul do País, a compra e adaptação de um ônibus sairia mais em conta que reservar hoteis e pagar passagens aéreas. Na ponta do lápis, o investimento ainda é alto, mas a ideia não deixa de ser uma boa opção para fazer turismo por aqui ou fora do Brasil. 

E como faz para dirigir em um local onde a Carteira Nacional de Habilitação não é aceita? A PID (Permissão Internacional para Dirigir) tem a mesma função que a CNH nos países que assinaram a Convenção de Viena e que não aceitam a carteira nacional. Para emiti-la, o interessado deve preencher uma ficha disponível no site do Detran de cada Estado. Em São Paulo, a taxa é de R$ 221,54 (mais R$ 11 para ser recebida em casa). 

Para tirar a PID, o condutor deve possuir CNH dentro do prazo de validade. O documento para condução no exterior tem a mesma duração do documento nacional, assim como as restrições médicas. Segundo a entidade, a categoria também é a mesma. Por exemplo, uma pessoa que porte permissão para veículos de passeio e moto terá estas autorizações estendidas para a PID. No caso específico para guiar trailler ou motorhome no Brasil, é preciso estar habilitado na categoria E. Para saber a respeito desta permissão no exterior, o Detran informa a necessidade de verificar com o consulado do destino escolhido, já que pode variar de pais para país. 

E em caso de multas? - segundo a Mobility, empresa especializada em aluguel de carros no exterior, caso o condutor tome uma multa, há algumas formas de ser autuado: pagamento no momento da infração ao agente fiscalizador, em uma agência do correio ou por meio do recebimento na residência do motorista (até 12 meses após a data da multa - nesta caso, a locadora cobra uma taxa administrativa que pode chegar até EUR 50 por infração) com quitação por meio de cartão de crédito ou transferência internacional. 

"Já em acidentes que envolvam danos ao veículo, é necessário procurar a polícia para emissão de um boletim de ocorrência", alerta Michelle Tonon, gerente de operações da Mobility. Michelle explica ainda que a PID é necessária na Alemanha, em Portugal e na Itália. Nos Estados Unidos, apenas o estado da Georgia exige. "Em Portugal, o período máximo de condução com a permissão internacional é de 30 dias", finaliza. 
            
 

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro