Blog Revendas

Vendas de veículos seminovos permanecem estáveis

08/10/2015 / Fonte: iCarros

A Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores – FENAUTO – publicou seu relatório mensal com a movimentação do comércio de veículos seminovos e usados no mês de Setembro de 2015.  

As vendas permaneceram praticamente no mesmo patamar, com um resultado de 1.169.368 veículos comercializados em Agosto de 2015, contra 1.169.901 em Setembro de 2015.

No total acumulado entre os meses de Janeiro a Setembro, no comparativo entre 2014 e 2015, houve um resultado positivo de 2,8%. Já o mês de Setembro, quando comparado nos dois anos, apresentou um resultado negativo de 6,4%.

Novamente o segmento de seminovos com até 3 anos de uso foi o que mais se destacou entre os modelos preferidos pelo consumidor.

 Ilídio dos Santos, presidente da FENAUTO recomenda uma postura de cautela na análise dos resultados pois, "apesar de se apresentarem estáveis neste momento, o cenário da economia brasileira ainda não permite uma previsão mais segura do desempenho futuro do mercado", conclui o presidente. 

  • Compartilhe esta matéria:
 
 

US$ 4,3 bilhões é déficit na balança comercial de autopeças

25/09/2015 / Fonte: iCarros

US$ 4,3 bilhões é déficit na balança comercial de autopeças

De acordo com dados divulgados pelo Sindicato Nacional da Indústria de Componentes para Veículos Automotores (Sindipeças) a partir de informações obtidas com o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC), o déficit comercial brasileiro de autopeças de Janeiro a Agosto de 2015 foi de US$ 4,3 bilhões, valor 35% menor que o registrado no mesmo período de 2014. As exportações recuaram 6,3% e as importações, 22%. Os embarques, para 178 países, somaram US$ 5,18 bilhões, enquanto que as compras externas, de 152 diferentes mercados, foram de US$ 9,51 bilhões no período.

Segundo a Fenabrave, no acumulado até Agosto, a Alemanha perdeu para o Japão o terceiro posto entre os maiores fornecedores de autopeças para o Brasil, provavelmente como consequência da queda do mercado nacional de caminhões associada ao melhor momento que vivem fabricantes nipônicos de automóveis. 

Já os Estados Unidos conservaram o primeiro lugar em envio de autopeças ao Brasil, com US$ 1,19 bilhão, embora tenha apresentado 15,2% de queda ante o mesmo período do ano passado. O segundo posto é da China, com US$ 1 bilhão em componentes e retração menor que a dos EUA, de 9,5%.

No caminho contrário, a Argentina permanece como principal destino dos componentes fabricados no Brasil, que enviou para a nação vizinha US$ 1,7 bilhão. O total foi 6,6% menor que o repassado nos mesmos oito meses do ano passado. 

  • Compartilhe esta matéria:
 
 

SUVs caem no gosto dos brasileiros

22/09/2015 / Fonte: iCarros

Na contramão da crise do setor automobilístico, as vendas de SUVs compactos seguem em alta, sendo que o Honda HRV e o Fiat Renegade devem figurar no TOP 5 de emplacamentos em Setemebro. Enquanto isso, as vendas de carros e comerciais leves exibem os piores números desde 2008, segundo dados da Fenabrave.

A explicação está na defasagem desse segmento no Brasil em relação a outros países, o que tem levado muitos donos de sedans, hatches, peruas e minivans a migrarem, atraídos ainda por carros com preço entre R$ 60 mil e R$ 90 mil. Já as vendas de carros da faixa de entrada - de R$ 30 mil a R$ 50 mil - seguem um horror.

  • Compartilhe esta matéria:
 
 

Perfil do consumidor irá determinar o rumo da indústria

17/09/2015 / Fonte: iCarros

A mudança no perfil do consumidor deve determinar o futuro da indústria automobilística e também das locadoras de automóveis. É nisso que acredita o presidente da Anfavea (Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores), Luiz Moan, que vê no leasing operacional o futuro de fabricantes e locadoras, pois, para ele, novas formas de financiamento e uso de veículos irão abrir mercado para locadoras.

"O futuro será marcado por novas modalidades de financiamento e uso. O leasing operacional terá grande espaço, como ocorre nos Estados Unidos", afirmou Moan durante o 12º Fórum Nacional da Indústria de Aluguel de Automóveis, evento realizado pela Associação Brasileira das Locadoras de Automóveis (Abla), na cidade de São Paulo, que ocorreu até 10 de setembro.

"Se ser dono (do veículo) não for mais importante para o brasileiro abre-se um grande filão para as locadoras", disse o presidente a respeito da modalidade operacional de leasing, em que, de acordo com a Fenabrave, as locadoras ofereceriam automóveis em forma de aluguel, mas por períodos mais extensos. No fim do contrato, o cliente teria a opção de compra, devolução ou renovação do contrato, o que significa dizer que "o mundo automotivo como conhecemos hoje mudará de acordo com a cultura do consumidor", conclui Luiz. 

Durante o encontro, locadores e concessionários falaram também da necessidade atual de reduzir custos para manter a operação viável e da maior dificuldade de renovação da frota pelo menor volume de locações. 

  • Compartilhe esta matéria:
 
 

Fenauto divulga resultado de vendas de seminovos

15/09/2015 / Fonte: iCarros

A Federação Nacional das Associações dos Revendedores de Veículos Automotores – FENAUTO – publicou seu relatório mensal com a movimentação do comércio de veículos seminovos e usados no mês de Agosto de 2015.  

 No mês de Agosto foram comercializados 1.169.368 veículos dessa categoria, um percentual 5,3% menor do total comercializado em Julho (1.234.790 veículos). Já no total acumulado nos primeiros nove meses de 2015, o resultado de vendas de seminovos e usados foi 4,1% maior (8.819.276 veículos em 2015 contra 8.471.615 em 2014).

 O presidente da entidade, Ilídio dos Santos manteve o tom de cautela com relação aos resultados apresentados. Para ele "embora nosso setor ainda não esteja sentindo mais fortemente os efeitos da retração dos negócios, acreditamos que o mercado tem mantido sua consistência em vista das incertezas que a economia vem apresentando".

  • Compartilhe esta matéria:
 
 
 

Conheça nossos aplicativos exclusivos para iPhone, iPad, Android e Windows 8

Copyright 2008/2014 iCarros - Todos os direitos reservados

A iCarros Ltda e o presente site não realizam qualquer intermediação na negociação entre os usuários, seja com relação à compra, troca ou qualquer outro tipo de negociação. As vendas e entregas aos usuários e/ou terceiros de produtos anunciados no site são de inteira responsabilidade do anunciante. As informações veiculadas nos anúncios deste site são de inteira responsabilidade do anunciante, não podendo o usuário responsabilizar o site pela veracidade e/ou autenticidade das mesmas, nem pelos danos diretos ou indiretos causados a terceiros. O usuário reconhece como sendo de sua exclusiva responsabilidade os riscos assumidos nas negociações que vier a efetuar com outros usuários do site. Estoque e preços sujeitos a conferência e confirmação do anunciante.

Os dados do veículo, acessórios e preço são informações meramente sugestivas, com base em levantamentos periódicos de pesquisa. O preço efetivamente praticado e os demais dados do veículo deverão ser confirmados na concessionária. As opiniões dos usuários não refletem necessariamente a opinião da Icarros. Esse espaço é destinado a comentários ou críticas construtivas. Os autores de comentários ofensivos são civil e criminalmente responsáveis por conteúdos que violem a lei ou produzam lesão a direitos de terceiros. É facultado à Icarros excluir opiniões que julgar contrárias aos princípios éticos desse site. Os dados sobre os estoques de cada concessionária são obtidos mediante pesquisas periódicas. Como são apenas informações de referência, podem não refletir a situação atual, devido à movimentação diária. Recomendamos consultar a própria concessionária para obter informações atualizadas da existência em estoque do carro de sua preferência.