Chevrolet Tracker 2021 é um dos SUVs compactos mais baratos

Agora produzido no Brasil, terceira geração do SUV compacto Tracker quer ser líder da categoria dominada por Renegade

18/03/2020 - João Brigato / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

Depois de duas gerações como coadjuvante do segmento de SUVs compactos no Brasil, o Chevrolet Tracker começará 2020 pronto para tirar o sono de Volkswagen T-Cross e Jeep Renegade, atuais líderes do segmento. Com preços que vão de R$ 82.000 até R$ 112.000, ele terá apenas uma versão com preços acima dos R$ 100 mil.

Leia mais: 
+ Cobalt morre no Brasil por causa do Onix Plus
+ Chevrolet Onix Plus subiu o sarrafo (de novo) | Avaliação
+ VW T-Cross deixa Jeep Renegade para trás em fevereiro

Divulgado no site da Chevrolet às vésperas do lançamento oficial, o novo Chevrolet Tracker repetirá a estratégia do Onix e Onix Plus: preço mais baixo que os rivais, apenas motores turbo e lista de equipamentos bastante generosa. 

Motores

As versões de entrada sem nome e LT serão equipadas com motor 1.0 três cilindros turbo de 116 cv e 16,8 kgfm de torque entregues a 2 mil rpm. Esse motor, vale lembrar, é o mesmo usado por Onix e Onix Plus. A transmissão é manual de seis marchas na versão de entrada sem nome, enquanto a LT usa um automático de seis marchas.

Encontre aqui seu novo Tracker

Novidade no Brasil, o motor 1.2 também é tricilíndrico e traz 132 cv e 21,4 kgfm de torque a 2 mil giros. Ele é encontrado nas versões sem nome, LTZ e Premier, sempre ligado à transmissão automática de seis marchas do Tracker 2021.

Vale lembrar que antes da mudança de geração o Chevrolet Tracker usava motor 1.4 quatro cilindros turbo de 153 cv e 24,5 kgfm de torque (exatamente o mesmo motor do Cruze). Com peso variando entre 1.196 kg (1.0 Turbo sem nome) e 1.271 kg (Premier), o novo Tracker é substancialmente mais leve que o antigo que variava entre 1.372 kg e 1.413 kg.

Consumo

Espere por números de aceleração de 0 a 100 km/h na versão 1.2 bastante próxima ao antigo Tracker. Em consumo, o Tracker 1.2 faz na cidade 7,7 km/l (etanol) e 11,2 km/l (gasolina), enquanto na estrada bate os 9,4 km/l (etanol) e 13,5 km/l (gasolina).

Simule aqui as parcelas do seu próximo carro

O antigo Tracker com motor 1.4 turbo do Cruze fazia na cidade 7,3 km/l (etanol) e 8,2 km/l (gasolina), enquanto na estrada marcava 8,2 km/l (etanol) e 11,7 km/l (gasolina). A versão 1.0 do novo Tracker deve apresentar números ainda melhores. 

Medidas

Usando a mesma plataforma do Onix e do Onix Plus, a GEM, a terceira geração do Chevrolet Tracker cresceu. Ele agora traz porta-malas de 393 litros contra os tímidos 306 litros de antes.

O comprimento subiu para 4,27 m (antes: 4,25 m), a largura cresceu para 1,79 m (antes: 1,77 m), a altura foi à 1,79 m (antes: 1,67 m) e o entre-eixos foi mantido em 2,57 m. O modelo usa sistema de freio a tambor na traseira e discos ventilados na dianteira.

Equipamentos

As versões de entrada sem nome com motor 1.0 ou 1.2 seguem exatamente à risca a lista de equipamentos. A única diferença entre elas é que o modelo 1.0 por ser manual tem indicador de troca de marcha e o modelo 1.2 vem equipado com sistema start-stop.

As versões de entrada do Tracker 2021 trazem de série seis airbags, controle de tração e estabilidade, retrovisores elétricos, luzes diurnas de LED, grade frontal cinza, rodas de liga leve de 16 polegadas, rack de teto preto, ar-condicionado, direção elétrica, sensor de ré, bancos de tecido, central multimidia com Android Auto e Apple CarPlay e Wi-Fi.

A versão LT 1.0 adiciona adesivo preto na coluna, grade frontal cromada, maçanetas e retrovisores na cor do veículo, rack de teto prata, câmera de ré, chave presencial e piloto automático. 

Subindo para a versão LTZ 1.2 além do motor mais potente o novo Tracker ganha alerta de ponto cego, rodas de liga-leve de 17 polegadas, volante revestido de couro, faróis com acendimento automático, sensor de chuva e bancos revestidos de couro e tecido.

Por fim o Tracker Premier agrega bancos revestidos de couro, alerta de colisão frontal, faróis full-LED, frenagem autônoma de emergência, indicador de distância do veículo à frente, monitoramento de pressão dos pneus, friso cromado nas janelas, lanternas traseiras de LED, maçanetas cromadas, para-choques com detalhes cinza, rodas 17 polegadas.

Além disso traz ainda ar-condicionado digital, carregador de celular sem fio, descansa-braço traseiro, luzes de seta no retrovisor, painel de instrumentos com tela colorida, sensor de estacionamento dianteiro e teto solar panorâmico.

Preços:

1.0 Turbo manual - R$ 82.000
LT 1.0 Turbo  automático - R$ 89.900
Turbo 1.2 Turbo automático - R$ 90.500
LTZ 1.2 Turbo automático - R$ 99.900
Premier 1.2 Turbo automático - R$ 112.000  

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro