GM e Honda acertam aliança pontual | Calmon

Apesar de a aliança estar restrita à América do Norte, ela pode ser expandida no futuro

14/09/2020 - Fernando Calmon / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

Os desafios ambientais, as pesquisas sobre conectividade e veículos autônomos com enorme impacto financeiro sobre investimentos estão deixando os fabricantes sem saída a não ser juntar forças.

Veja mais do autor:
+ 208 reúne tudo para fazer Peugeot crescer
+ Anfavea vai prever revisões para 2020
+ Integração FCA e PSA avança com rapidez

Este cenário levou GM e Honda a assinarem um acordo para aliança estratégica na América do Norte. Em comunicado conjunto as duas empresas se comprometeram a explorar o compartilhamento de plataformas de veículos e sistemas de propulsão para diversos segmentos.

"Esta aliança ajudará as duas empresas a acelerar futuras inovações em mobilidade, liberando recursos adicionais para investimentos. Dado nosso forte histórico de colaboração, as empresas perceberam sinergias significativas no desenvolvimento do portfólio de veículos de hoje", disse o presidente da GM Mark Reuss.

"Por meio desta nova aliança com a GM, podemos alcançar eficiências de custo substanciais na América do Norte, o que nos permitirá investir em tecnologia futura de mobilidade, enquanto mantemos nossas próprias ofertas de produtos distintas e competitivas", acrescentou o vice-presidente executivo da Honda Motor Seiji Kuraishi.

A nova aliança garantirá o uso da melhor tecnologia a partir de plataformas de veículos e trens de força compartilhados, compra de componentes em conjunto, eficiência potencial de fabricação e outras colaborações, segundo os dois fabricantes.

Esse acordo já devia estar sendo costurado há pelo menos um ano, como é comum na indústria automobilística. Porém, sem dúvida, foi acelerado pelos efeitos deletérios da pandemia do Covid 19 sobre a economia mundial e, em particular, na produção mundial de veículos (menos a China, até agora, a menos afetada em queda de produção).

Apesar de a aliança estar restrita àquela região, é bom lembrar que pode ser expandido no futuro. E também os mercados internos da América do Norte (Estados Unidos, Canadá, México) e Japão somados, praticamente se igualam ao da China, o maior do mundo. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

 

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.