O sistema Start Stop realmente economiza combustível?

Função que desliga o motor durante pausas no trânsito tem se tornado mais popular nos veículos, mas gera algumas dúvidas

01/03/2021 - Redação / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

Item que começou nos carros de luxos e aos poucos tem se popularizado no Brasil, a função Start Stop traz algumas dúvidas para os motoristas.   

Leia mais:
+ Como funciona o sistema start-stop?
+ O que é e como funciona o freio ABS?
+ Protetor de cárter: preciso instalar no meu carro?

Segundo as montadoras, a promessa é de que ele ajuda a poupar combustível nos automóveis, principalmente no tráfego na cidade, quando há aquela sequência de “para e anda sem parar”.     

Mas será que é para isso mesmo que o Start/ Stop foi criado?    

O que é o Start Stop?    

Esse sistema consiste em desligar o motor do seu veículo durante as pausas no trânsito, seja pelo acumulo de veículos ou simplesmente por estar na frente do sinal vermelho.     

Ele não apaga o carro todo, afinal vários componentes eletrônicos continuam funcionando, mas o motor é desligado.    

Para que o sistema seja acionado é necessário que o veículo esteja seguindo algumas condições. Ele deve ter uma desaceleração progressiva, de forma que as rotações do motor diminuam até zero, assim o corte do motor na hora do acionamento do sistema não será abrupto.     

Como funciona o Start Stop em carros automáticos?    

O Start Stop é ativado quando o pedal do freio é acionado de forma progressiva até a paralisação total do veículo. Isso faz com que o sistema eletrônico do veículo entenda que há uma pausa do carro e assim o motor se manterá desligado até que o motorista libere o pedal de freio novamente.    

Isso ocorre até com o câmbio no Drive (D). É necessário apenas que o freio seja acionado até que o veículo alcance a paralisação total. Ao tirar o pé do freio, o motor já é reiniciado.  

E em modelos com câmbio manual?    

Em casos de automóveis com câmbio manual, o pedal da embreagem precisa estar solto (neutro), sem marcha engatada. Quando o condutor pisar novamente na embreagem, o carro ligará o motor novamente.   

Exceções de quando o Start/ Stop não desliga o carro com ele parado:  

As exceções variam bastante de acordo com cada modelo ou montadora, mas os dois que citaremos abaixo são bem comuns:  

- quando o motor ainda está aquecendo, provavelmente após poucos instantes de que o carro foi ligado, o sistema de start/stop não vai ficar desligando e ligando o carro novamente.  

- quando o ar condicionado está ligado, mas a cabine do veículo ainda não atingiu a temperatura desejada, provavelmente o motor não desligará. Caso a cabine comece a esquentar após um bom tempo que o veículo estiver parado, aí sim o motor provavelmente será reiniciado até mesmo com o pé no freio.   

O sistema start/stop pode ser desligado na maioria dos veículos através de um botão no painel.   

O Ar-condicionado desliga no Start/Stop?  

Depende. Na maioria dos carros sim, mas nos híbridos o sistema de ar-condicionado é elétrico, então mesmo com o motor a combustão interna desligado, ele permanece funcionando com as baterias do propulsor elétrico.   

Apesar da economia de combustível ser o principal chamariz deste sistema para quem for comprar o veículo, para as montadoras esse sistema virou uma boa maneira de diminuir a emissão de poluentes.   

Economia de combustível no Start/Stop:  

O Start Stop reduz o consumo de combustível em até 19% nas situações de trânsito intenso e, além de reduzir muito as emissões de CO2 na atmosfera, permite um menor ruído dentro da cabine do veículo, e também no ambiente.  

Nessas condições que citamos a economia pode ser bem alta, mas a porcentagem pode variar bastante de acordo com cada modelo.  

Segundo dados do INMETRO, o Argo 1.3 sem Start/Stop faz 12,5 km/l com gasolina. Com Start/ Stop, ele faz 13,4 km/ no mesmo combustível.   

São 7% de diferença e isso ao longo do ano pode pesar no bolso do motorista. Se ele andar aproximadamente 15 mil km no período de 12 meses, a diferença será de 81 litros de economia para o modelo com o start/stop (1200 x 1119 litros). Em um cálculo básico, se a gasolina for vendida por R$ 5,00, a economia será acima de R$ 400.   

Na estrada essa porcentagem cai para aproximadamente 2% (no caso do Argo), já que o sistema start/stop é bem menos usado, mas ainda assim é vantajoso para o motorista.   

A parte negativa (talvez a única) do Start/ Stop é que o aumento do acionamento do motor faz com que a bateria de carros com esse sistema precise ser trocada mais cedo ou até mesmo que seja utilizada uma mais cara no veículo.  

Devido ao uso mais intenso, seu preço de reposição é, em média, mais alto do que a bateria de carro comum. A bateria para modelos com start-stop custa em média 133% a mais do que uma bateria convencional.   

Mas no fim, esse custo é menor do que os gastos poupados com combustível a longo prazo, portanto na maioria dos casos o Start/stop vale a pena, sim. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.