Salão de Detroit: com Tiguan off road, VW fala sobre crise

CEO do grupo pede desculpas sobre caso do diesel; sem muitos destaques, marca leva Tiguan GTE Active Concept ao salão

11/01/2016 - Anelisa Lopes, de Detroit (EUA) e redação / Fonte: iCarros

Sem grandes novidades nesta edição do salão norte-americano, a crise do diesel ainda repercute no estande da Volkswagen. O CEO do grupo, Matthias Müller, pediu desculpas aos consumidores e disse que a empresa encontrará uma solução para o caso de adulteração dos motores a diesel que afetou modelos no mundo todo. "Ainda estamos buscando soluções para esta crise", disse. O executivo afirmou ainda que a marca está confiante de que 2016 será um bom ano, apesar do prejuízo milionário do grupo. E ele garantiu que o grupo não irá se desfazer de nenhuma marca em função disso.

A marca destacou em seu espaço no salão o Tiguan GTE Active Concept, que faz sua estreia mundial exibindo um visual off-road e motorização híbrida, com um propulsor a gasolina e dois elétricos e autonomia de até 32 km rodando apenas com eletricidade. 

Leia mais sobre o Salão de Detroit:
Chevrolet antecipa Cruze Sport6 2017 
Kia apresentará SUV conceito 
Vazam imagens do novo Classe E

Baseado na segunda geração do Tiguan, o conceito é o primeiro SUV da marca a adotar a nova plataforma modular MQB - presente em modelos da Audi e da Volkswagen, como A3, TT, Golf e Passat. Segundo a Volks, o novo Tiguan chegará ao mercado norte-americano em 2017 com entre-eixos maior e versão com sete lugares.

Com tração integral, o conceito utiliza normalmente a tração traseira, mas se houver necessidade as rodas dianteiras também recebem força para manter o carro na trajetória. Para movê-lo, há um motor turbo a gasolina que rende 150 cv e 25,4 kgfm de torque, atuando em conjunto com dois propulsores elétricos - uma na frente e outro atrás - que desenvolvem 54 cv no eixo dianteiro e 115 cv no traseiro. A potência total combinada pelo sistema é de 224 cv. Já a transmissão é automatizada de seis marchas e dupla embreagem, criada especificamente para o modelo híbrido. Segundo a fabricante, sua velocidade máxima é de 112 km/h no modo elétrico e de 193 km/h com todos os motores em ação, indo de 0 a 100 km/h em 6,4 segundos.

Há um dispositivo com seis modos de condução, ativados por um botão giratório no console central. Os modos são: Asfalto (Comfort ou Eco), Off-Road (pedras, lodo e areia ou cascalho), Sport, Neve, Charge (recarrega a bateria durante a condução) e Battery Hold (mantém o nível de carga da bateria constante).

A Volks reforça que o desenho do GTE Active Concept foi desenvolvido para uso extremo no fora de estrada, com maior altura em relação ao solo (foi de 18 cm para 22 cm), ângulos de entrada e de saída elevados (de 25,6º para 26,1º na frente de de 24,7º para 29,9º na traseira), além de ângulo de inclinação em rampas aumentado de 20º para 24,7º. Outra inovação presente nesse conceito é a nova central multimídia com tela sensível ao toque e com comandos por gestos - tecnologia apresentada na semana passada durante a CES, maior feira de tecnologia do mundo, realizada em Las Vegas, nos EUA.

 

Viagem a convite da Fiat Chrysler Automobiles

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro