Dicas de ouro para não ser enganado em uma oficina mecânica

A escolha de uma oficina de confiança reduz maiores gastos e prolonga a vida útil do carro

23/09/2020 - MixAuto / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

A hora de levar o carro à oficina assombra milhares de proprietários e proprietárias que não possuem um mecânico de confiança.

Leia mais:
+ Vitrificação Automotiva: o que é, preço e 5 cuidados
+ Luz de injeção acesa: o que pode ser?
+ Carro riscado: posso resolver em casa?

O medo de ser enrolado por um mecânico de má fé é natural, já que alguns podem se aproveitar da falta de entendimento dos clientes para tentar “empurrar problemas” que não existem a fim de lucrarem mais que o justo ao realizarem seus trabalhos.

E como não há nada mais desagradável do que pagar caro por um serviço ou produto do qual você não precisa, listamos 11 dicas para que você não seja enganado em sua próxima visita a uma oficina mecânica. Confira:

1 - Procure oficinas com boas referências e avaliações

O primeiro passo na escolha de uma oficina mecânica de confiança é buscar informações reais sobre os serviços e o atendimento, com base em avaliações, recomendações e relatos de outros clientes.

Fazer uma boa pesquisa é fundamental para evitar surpresas desagradáveis. As melhores oficinas possuem boas avaliações no Google e nas redes sociais, além de divulgarem portfólio e casos de sucesso na internet.

2 - Faça cotação em mais de uma oficina

Comparar orçamentos não é apenas uma questão de comparar preços, mas o atendimento em geral.

A melhor oficina mecânica não é a mais barata, mas a capaz de garantir total satisfação a cada um de seus clientes do início ao fim.

Compare os preços fornecidos entre as oficinas. Descarte logo de cara aquelas que cobram muito acima ou abaixo da média dos orçamentos e dê preferência à oficina mecânica que transmitir maior credibilidade.

3 - Desconfie da urgência do mecânico em fechar o serviço

A necessidade em fechar negócio é do cliente, não do mecânico. É dever do mecânico realizar um check up do carro e passar o orçamento, mas cabe ao cliente sentir-se à vontade por optar ou não em fechar negócio.

Caso o mecânico insista para que o serviço seja feito logo, desconfie e, se possível, busque uma segunda opinião.

4 - Pergunte se há garantia

Profissionais qualificados e confiáveis não têm medo de oferecer garantia sobre seus serviços.

Além de acreditarem na qualidade do trabalho, bons mecânicos entendem que é necessário rodar um pouco com o carro para se assegurar de que está tudo certo após a realização de algum reparo ou instalação de acessórios.

Por isso, se o mecânico não quiser dar garantia sobre os serviços prestados, pode ser uma furada.

5 - Peça explicações reais sobre o problema

Não se intimide ao ouvir palavras e termos técnicos durante a explicação do mecânico e pergunte o significado de cada um deles. Fazendo assim, você ficará ciente de todos os processos que serão feitos em seu carro. 

6 - Solicite um orçamento detalhado e por escrito

Peça para que o mecânico coloque toda a explicação no papel, entregando um orçamento completo e detalhado. Com esse orçamento em mãos, fica mais fácil realizar cotações em outras oficinas e comparar as informações.

7 - Atenção à troca das peças 

Sempre solicite a peça que foi trocada na oficina. Dessa forma, você evita que o mecânico cobre por uma peça nova que não foi utilizada em seu carro.

Há relatos em que o mecânico realiza o reparo da peça antiga e coloca a mesma novamente no carro, dispensando a peça nova que foi paga pelo cliente.

8 - Invente um problema

Relatar um problema irreal coloca à prova a honestidade do mecânico.

Dê uma de detetive. Digamos que você tenha acabado de trocar as pastilhas de freio ou óleo do carro. Pergunte se já está na hora de fazer a troca. A resposta dirá muito quanto à credibilidade do mecânico e da oficina.

9 - Foque em resolver um problema por vez

Levar o carro à oficina é como ir ao dentista. Se você chega para fazer uma limpeza e descobre uma cárie, a prioridade muda. Agora, se for o contrário, a limpeza pode esperar, certo? Pois bem, em relação à oficina é a mesma coisa.

É responsabilidade do mecânico apontar todas as possíveis falhas e reparos necessários com o carro, não apenas o problema inicial, trazido por você. Além do mais, os gerentes de uma oficina também podem oferecer alguns serviços extras.

Lembre-se: “oferecer” é diferente de “forçar”. Se você já entendeu a prioridade, foque nela e fuja de oficinas que ficam tentando te “empurrar” serviços e produtos sem necessidade.

10 - Se possível, acompanhe o serviço 

Alguns serviços podem demorar de um a três dias para serem finalizados. Em casos de Recuperação de Enchentes, o serviço leva meses. Vale a pena acompanhar os serviços, mesmo que à distância, para mostrar ao mecânico que você está atento a todos os detalhes do que vem sendo feito.

11 - Leve alguém que você conheça

Se possível, vá até a oficina com alguém que entende um pouco mais do assunto com você. Não precisa ser necessariamente alguém que entenda de mecânica, mas que já levou o carro para realizar algumas manutenções e tenha experiência em relação a uma boa oficina.

12 - BÔNUS: Gostou? Volte sempre

Se você gostou do serviço e do atendimento da oficina, volte sempre ao mesmo local. Dessa forma, o mecânico fica mais “íntimo” do seu carro por conhecer todo o histórico de manutenções, o que garante maior praticidade e confiança para os próximos serviços.

Fonte: MixAuto Center 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

 

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.