Confira os 5 principais carros de Hamilton na F1

Piloto inglês passou por apenas duas equipes, mas teve 14 modelos diferentes de carros; confira lista especial

20/11/2020 - Rodrigo França e Luiz Felipe Chaguri / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Agora heptacampeão mundial com a vitória conquistada no último final de semana, quando venceu de maneira impressionante no Grande Prêmio da Turquia de F1, Lewis Hamilton chegou à categoria em 2007.

Leia mais:
+ Confira o calendário 2021 da F1
+ Dirigir na praia? Nos EUA, esta arte criou a Nascar

+ Que carros dirigem os pilotos da Stock Car?

Desde então, o piloto inglês passou por apenas duas equipes, mas teve 14 modelos diferentes de carros ao longo de sua carreira na principal categoria do automobilismo mundial. 

Recordista de poles, vitórias e pódios na F1, Hamilton vem fazendo história e se consolidando cada vez mais na lista dos maiores de todos os tempos. Com isso, preparamos uma lista com os cinco principais carros do piloto na categoria. 

McLaren MP4-23 – 2008  - Campeão  

Vice-campeão da temporada de 2007 com a McLaren, o jovem Lewis Hamilton virou um dos favoritos ao título em 2008. Com apenas 22 anos de idade, o inglês travou uma batalha ferrenha com Felipe Massa (Ferrari) até – literalmente - a última curva do ano. 

O brasileiro venceu a última corrida da temporada no Brasil, mas Hamilton contou com o problema dos pneus de Timo Glock nos metros finais para conseguir a quinta colocação que precisava para conquistar o título.

Campeão por apenas um ponto, o britânico teve 5 vitórias, 10 pódios e 7 poles em 2008 com o motor V8 aspirado da McLaren MP4-23. 

Mercedes F1 W05 – 2014  - Bicampeão 

A era dos motores híbridos começou em 2014 na Fórmula 1 e assim se iniciou uma dominância da Mercedes, equipe para a qual Hamilton foi em 2013. Após o título de 2008, o piloto inglês ficou até 2014 sem fechar as temporadas entre os três melhores pilotos do ano, mas reconquistou o topo da F1 com a equipe alemã. 

O carro dominante do time alemão já mostrava o que estava por vir: foram 11 vitórias, 16 pódios e 7 poles de Hamilton no ano com os motores V6 turbo, enquanto Rosberg também levou 11 poles e 5 vitórias em 2014. 

Mercedes F1 W06 – 2015 - Tricampeão 

Com 19 corridas na temporada, o Mercedes F1 W06 chegou dominante em 2015. Hamilton venceu 10 vezes e conquistou o tri, além de 17 pódios e 11 poles na temporada. Enquanto isso, Rosberg triunfou 6 vezes, conquistou 15 pódios e largou 7 vezes na primeira colocação. 

No total, foram 16 vitórias em 19 corridas e 18 poles na temporada, marcas que consolidaram a dominância que estava por vir ainda mais forte nos próximos anos. 

Mercedes F1 W07 – 2016 – O único Mercedes com que Hamilton não foi campeão 

O Mercedes F1W07 utilizado por Hamilton e Rosberg em 2016 talvez tenha sido um dos mais dominantes da história da Fórmula 1. Mesmo com o título de Rosberg no final do ano – o único que conseguiu tirar a hegemonia de Hamilton entre 2014 e 2020 -, aquele carro conquistou 19 vitórias em 21 corridas na temporada. 

Foram 10 triunfos de Hamilton e 9 de Rosberg, além de 17 pódios no total para ambos. O inglês, no entanto, teve um abandono a mais, na Malásia, corrida em o alemão terminou na terceira colocação.

Com isso, Hamilton teve que correr atrás e venceu as últimas quatro provas do ano, mas não foi suficiente para bater Rosberg, que ficou com míseros cinco pontos de vantagem e se aposentou após o título. De qualquer maneira, um carro que com certeza entrou para a história da categoria. 

Mercedes F1 W10 – 2019 - Hexacampeão

O ano de 2019 também foi um passeio de Lewis Hamilton, assim como 2017 e 2018. Foram 11 vitórias conquistadas por Hamilton e 4 de Valtteri Bottas no ano, além de impressionantes 17 e 15 pódios, respectivamente – tudo isso em 21 corridas.

Charles Leclerc, da Ferari, tentou incomodar as Mercedes, sendo o recordista de poles na temporada, mas não foi capaz de igualar o desempenho do time alemão. 

Hamilton terminou o campeonato 88 pontos à frente de Bottas, desempenho que deve ser superado em 2020, onde a diferença já é de 110 pontos.

O contrato do heptacampeão termina no final deste ano, mas é impensável para os fãs de F1 que Hamilton deixe a categoria e aposente suas luvas. A previsão é de que ele quebre cada vez mais recordes. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

 

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.