Duelo Barrichello X Serra desponta na Stock Car

Apesar de ter realizado apenas cinco corridas em 2019, dois nomes já despontam como favoritos ao título

23/05/2019 - Rodrigo França / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Ao contrário da F1, em que dois ou no máximo três pilotos lutam pelo título, a Stock Car é considerada uma das categorias mais competitivas do mundo, com até dez pilotos podem brigar pelo campeonato até as rodadas finais.

Leia mais:
Stock Car consagra veteranos no Velo Città
Brasil volta à F1 com Fittipaldi e Sette Câmara
Aceleramos o McLaren Senna em Interlagos | Impressões

Dois nomes, no entanto, já se destacam mesmo no início do ano. Até aqui, foram cinco provas disputadas: uma no Velopark (a de número 500 da categoria) e duas rodadas duplas (Velo Città e Goiânia). Serão ao todo 21 corridas.

Em comum a todas elas: o ótimo desempenho do atual líder do campeonato e bicampeão da categoria, Daniel Serra, e do veterano Rubens Barrichello. Serrinha venceu a prova no Velopark, enquanto Barrichello venceu as duas provas 2 de cada rodada dupla.

Só que, mais do que vitórias, a regularidade é que coloca os dois como favoritos. Serra está sempre entre os maiores pontuadores, mesmo quando não vence. “Em 2019, o regulamento mudou e, com mais pontos para a prova 2 (de 20 para 25 pontos), ficou ainda mais importante ser regular”, diz o líder do campeonato, que tem 106 pontos na tabela, uma a mais que Barrichello.

Também tem chamado a atenção na Stock Car as desclassificação de vencedores. Ricardo Zonta, da equipe Shell, foi desclassificado após seu carro ter uma irregularidade técnica no freio – o anúncio foi feito apenas na véspera da rodada dupla em Goiânia, 12 dias após a prova no Velo Città.

Simule aqui as parcelas do seu próximo carro

Ironicamente, na capital de Goiás ele acabou sendo beneficiado por outra decisão de desclassificação: Thiago Camilo recebeu uma punição de 20 segundos por queimar a largada – ele era o pole position da corrida 1.

Neste caso, a crítica dos pilotos foi pela demora no anúncio da punição, que deveria ter sido feita durante a própria corrida 1 – e não seis horas após a bandeirada, o que também alterou de forma significativa a estratégia de outros competidores na prova 2.

A responsabilidade das vistorias e punições é da CBA, Confederação Brasileira de Automobilismo.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro