Ferrari revela carro na Fórmula 1 com detalhe em verde

Logo do patrocinador principal causou estranheza entre os fãs da equipe italiana

11/03/2021 - Luca Machado e Luiz Felipe Chaguri / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

Menos de três semanas antes da abertura da temporada, a Ferrari foi a última equipe da Fórmula 1 a apresentar o seu novo carro. A tradicional escuderia italiana realizou um lançamento virtual do modelo SF21, mas as imagens do novo F1 da equipe vazaram na internet pouco antes da cerimônia. 

Leia mais:
+ Campeonato para mulheres fará parte de programação da F1
Mercedes revela carro em busca do 8º título seguido na F1
Antiga Renault, Alpine apresenta pintura de seu carro na F1

Um detalhe que chama atenção logo de cara e que incomodou muitos fãs foi a presença de uma logomarca verde no layout. A logo é do principal patrocinador do time, a Philip Morris, marca tabagista que tem o slogan Mission Winnow. O regulamento da F1 atual não permite associação de uma equipe com publicidades de cigarro, então eles dão esse ‘jeitinho’. 

Segundo a Philip Morris, essa ‘submarca’ Mission Winnow é “um programa de comunicação que representa progresso, transparência e busca incessante por melhorias, sem estar relacionada a qualquer marca ou produto”. 

Além do detalhe em verde, a pintura do novo SF21 também conta com uma transição do vermelho fosco ao vinho na parte traseira do carro. "A extremidade traseira faz lembrar o vermelho borgonha da primeira Ferrari, a 125 S", explica Mattia Binotto, chefe de equipe da Ferrari na F1. 

"Mas à medida que se dirige gradualmente para a área do cockpit, transforma-se no vermelho moderno que temos usado nos últimos anos. Esta temporada nos apresenta muitos desafios e, através desta pintura, visualmente, reiniciamos a partir do nosso passado e nos dirigimos para o futuro", completa. 

Dupla de pilotos mais jovem desde 1968 

A Ferrari entra em 2021 com a dupla de pilotos mais jovem desde 1968. Charles Leclerc e Carlos Sainz terão uma média de apenas 25 anos e 3 dias na abertura da temporada, no Bahrein, que acontece no dia 28 de março. 

"Há muita energia positiva vindo dos nossos dois pilotos. Carlos passou muito tempo na fábrica e integrou-se com a equipe muito rapidamente”, diz Laurent Mekies, diretor de automobilismo da Ferrari. 

“Quanto a Charles, ele já está perfeitamente em casa com a equipe: ele sabe o que quer e está também muito consciente do papel que tem na equipe, tanto dentro como fora do carro. Durante o inverno, temos testemunhado os dois se dando muito bem juntos e isto só pode ser uma coisa boa para toda a equipe", completou. 

O monegasco, que está na escuderia desde 2019, e o espanhol, que fará sua estreia na equipe em 2021, buscarão uma redenção da Ferrari após uma temporada complicada na Fórmula 1. A Ferrari foi a sexta colocada no Mundial de Construtores de 2020 com apenas 131 pontos conquistados. 

A equipe italiana não chega ao topo da F1 desde 2008, quando venceu entre os construtores com Felipe Massa e Kimi Raikkonen, mas perdeu o título de pilotos na última curva do GP do Brasil para Lewis Hamilton. O último piloto da Ferrari a conquistar o título, inclusive, foi justamente Raikkonen, em 2007, ano em que os italianos também venceram o Mundial de Construtores. 

Novo motor e aerodinâmica renovada 

Este será o 67º carro da Ferrari em sua história da F1. Devido às limitações de desenvolvimento determinadas pela categoria para a temporada 2021, por conta dos custos que a pandemia causou e o novo teto de gastos, o SF21 terá o mesmo chassi de 2020. 

No entanto, a escuderia implementou um motor inteiramente novo no carro e também fez alterações importantes na aerodinâmica. Além disso, o SF21 agora terá uma extremidade traseira com mudanças, justamente onde a Ferrari usou seus dois tokens de desenvolvimento para a temporada. 

“Com o motor de combustão interna, nos concentramos em aumentar seu nível de eficiência térmica, em conjunto com nossa parceira Shell e isso produziu uma melhoria no tempo de volta que estimamos em mais de um décimo de segundo”, afirma Enrico Gualtieri, diretor de Unidade Potência da Ferrari. 

Todas essas atualizações buscam otimizar o desempenho da Ferrari, que sofreu com limitações em seu motor impostas pela FIA após acusações de violação das regras em 2019. Em 2020, a equipe teve um desempenho bem abaixo do esperado e sonha em retornar ao topo neste ano. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.