10 dicas para dirigir um carro com câmbio manual

Se você está começando a dirigir agora ou trocando seu carro automático pelo manual, confira essas dicas

12/01/2021 - Luiz Felipe Chaguri / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Dirigir um carro com câmbio manual pode ser uma tarefa muito simples para quem está habilitado há muitos anos, mas pode ser também um grande desafio para quem não está acostumado ou está nas primeiras aulas do Centro de Formação de Condutores (CFC, o mesmo que autoescola).

Leia mais:
+ Câmbio: manual, automatizado, automático ou CVT?
+ Carro com câmbio automático: como dirigir?
+ Fatos e curiosidades sobre o câmbio do seu carro

Para você que acabou de tirar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou ainda tem receio de dirigir um carro manual, precisa de um pouco mais de confiança e incentivo, aqui vão algumas dicas para guiar e pegar cada vez mais prática.

1 - Pratique em locais calmos

Para você que está começando a dirigir, evite guiar em grandes vias em horário de pico. Busque locais com pouco movimento e de preferência com poucas subidas para que você possa se acostumar aos poucos o funcionamento do carro.

2 - Conheça os pedais

Como você deve ter aprendido na autoescola, o veículo com câmbio manual possui três pedais, sendo cada um deles com uma função distinta. Da esquerda para a direita: embreagem, freio e acelerador. Antes de sair com o veículo, treine a posição de cada pé para que, aos poucos, você memorize os movimentos.

3 - Ajuste a posição do assento

Busque sempre ajustar o banco do motorista de forma que ele fique posicionado de forma que não prejudique o seu conforto para pisar nos pedais. O mais importante é sempre alcançar a embreagem com o pé esquerdo, para poder pisar até o final de seu curso. Isso vai facilitar a troca de marchas quando estiver guiando o carro.

4 - Mova o câmbio para o “ponto morto”

O neutro, também conhecido como “ponto morto”, é a posição em que o câmbio não fica engatado em nenhuma das marchas. Coloque a alavanca nessa posição antes de ligar o veículo – alguns modelos, inclusive, só ligam com o pedal de embreagem totalmente pressionado, o que surte o mesmo efeito. 

Você deve selecionar o ponto morto, também, quando for parar nos semáforos, engarrafamentos mais demorados e estacionar, caso contrário, o carro pode se movimentar indevidamente e/ou o motor pode “morrer” (desligar).

Ao fazer isso, porém, lembre-se de sempre puxar o freio de mão, principalmente quando estiver em descida ou subida. Para o carro voltar a andar, engrene a primeira marcha e, antes de tirar o pé da embreagem, destrave o freio de mão.

5 - Confira bem a sequência de marchas do seu veículo

Na manopla do câmbio há um diagrama com a indicação dos engates, com os números das marchas. Caso não haja por algum motivo (desgaste por exemplo), consulte o manual ou pergunte a alguém familiarizado com o veículo como elas estão distribuídas.

6 - Fique atento à troca de marchas

No veículo manual, é necessário ter bastante atenção à troca de marchas. Busque sempre manter as rotações do motor (com o acelerador) dentro da faixa especificada pelo manual do seu veículo, evitando trocar as marchas muito cedo ou muito tarde, para não forçar demais o motor e a transmissão.  

Com o tempo e a experiência no carro, o motorista se acostuma a “sentir o ronco do motor” e, pela audição, saberá o momento correto para cada troca de marchas. De um modo geral, em condições normais de trânsito, as marchas devem ser trocadas para cima quando o motor atinge a faixa entre 2.500 a 3.000, rpm.

7 - Cuidado com acelerador

Se acostume a sempre acelerar o veículo de forma progressiva. Assim, além de evitar possíveis acidentes, você poupará combustível. Para isso, aliás, saber trocar as marchas nos momentos certos também é muito importante.  

8 - Ande sempre com o carro engrenado

Muita gente ainda tem costume de andar com o carro desengatado (em ponto morto), especialmente em trechos em declive do trajeto, com a intenção de supostamente economizar combustível. Não faça isso, pois com o carro “solto”, seu tempo de reação para uma eventual manobra, curva ou desvio será invariavelmente prejudicado.  

Por outro lado, com o câmbio desengrenado, o tempo de retomada ou frenagem do veículo (sem a ajuda do chamado “freio motor”) será bem mais lento. Além disso, nos automóveis modernos, com sistema de injeção eletrônica de combustível, rodar em ponto morto não produz economia de combustível. 

9 - Cautela e cuidados no trânsito são bem-vindos

É muito importante seguir as sinalizações da via. Respeitar as normas de trânsito faz com o que o trânsito flua melhor para todos os condutores e passageiros, trazendo mais segurança para todos.

10 - Aproveite a pilotagem

Evite ficar nervoso e curta o prazer que é dirigir um carro com toda a liberdade que ele proporciona. Fique atento aos radares, nunca ultrapasse os limites da via e aproveite a viagem. 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

 

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro Auto

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro
Para proteger e melhorar a sua experiência no site, nós utilizamos cookies e dados pessoais de acordo com nossos Termos de Uso e Política de Privacidade. Ao navegar pela nossa plataforma, você declara estar ciente dessas condições.