Atual campeão abandona primeiro dia do Dakar

Na etapa inaugural do Rally Dakar 2015, o atual campeão abandonou a prova com problemas técnicos

05/01/2015 - Redação / Foto: Victor Eleuterio / Mitsubishi Divulgação / Fonte: iCarros

O primeiro dia do Rally Dakar, disputado ontem (4), foi muito rápido, com um trecho de apenas 170 km entre Buenos Aires e Villa Carlos Paz, na Argentina. A largada contou com 406 veículos, sendo 161 motos, 45 quadriciclos, 137 carros e 63 caminhões.

Campeão em 2004 entre as motos e em 2014 entre os carros, o espanhol Nani Roma, teve problemas técnicos em seu Mini e foi obrigado a abandonar a etapa inaugural. Quem se deu melhor foi o catari Nasser Al-Attiyah, que fez o tempo de 1h12min50s. 

Dono da casa, o argentino Orlando Terranova mostrou boa adaptação ao terreno e garantiu a segunda posição do dia com seu Mini, apenas 22 segundos atrás do líder. O norte-americano Gordon Robby, com seu Hummer, foi o terceiro e está a 1min04s da primeira posição. 

De volta à prova após 25 anos, a Peugeot não conseguiu alcançar as primeiras posições, porém está no pelotão. O melhor dos três carros da equipe foi o do espanhol Carlos Sainz, que ficou em oitavo, somando 2min6s atrás do líder.

Brasileiros na competição

O navegador brasileiro Eduardo Sachs, que faz sua estreia na competição, teve um bom desempenho. Ao lado do piloto português Ricardo Leal, ele terminou o dia na 26ª posição.

A dupla brasileira Guilherme Spinelli e Youssef Haddad, da Mitsubishi Petrobras, fez uma prova regular e terminou na 29ª posição, 7min08s atrás do líder. "O resultado não foi bom. Na primeira parcial estávamos com o 10º tempo, mas daí pra frente alcançamos o veículo do Cyril Despres e ele optou por não nos dar passagem. Fomos em um ritmo muito mais lento do que estávamos andando até o fim da especial. Saímos do 10º para o 29º, que é uma péssima posição de largada", explica Spinelli. 

Segunda etapa

Os carros seguem na briga pelo título do Rally Dakar hoje (5), quando é disputada a segunda etapa entre Villa Carlos Paz e San Juan, na Argentina, em um trajeto de 625 km, sendo 518 km de trechos cronometrados.

No segundo dia, o Rally Dakar começa a mostrar as dificuldades e características de ser o maior rali do mundo. A especial de 518 km passará por trechos irregulares e os competidores encontrarão a areia pela primeira vez. "Será um dia completamente diferente de hoje (4), com um deslocamento curto e uma especial longa, a maior do rali. Será principalmente por estradas com um pouco de areia. Mas, provavelmente, não serão dunas difíceis. As estradas serão sinuosas, alternando com pisos rápidos", prevê Guiga Spinelli.

O Rally Dakar acontece até o dia 17 de janeiro, passando por 12 cidades em Argentina, Chile e Bolívia. Durante os 14 dias, serão percorridos mais de 9.000 km.

Resultados (extraoficiais) - 1ª etapa Dakar 2015 – Carros

1º Orlando Terranova (ARG) / Bernardo Graue (ARG)  1h13min12s
2º Robby Gordon (EUA) / Johnny Campbell (EUA)  +42s
3º Giniel de Villiers (RSA) / Dirk Von Zitzewitz (ALE)  +50s
4º Krzysztof Holowczyc (POL) / Xavier Panseri (FRA)  +54s
5º Emiliano Spataro (ARG) / Benjamin Lozada (ARG)  +56s
26º Ricardo Legal (POR) / Du Sachs (BRA)  +6min19s
29º Guilherme Spinelli (BRA) / Youssef Haddad (BRA)  +6min46s 

 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro