Pilotos encaram prova de 12 horas em montanha australiana

Cinco brasileiros disputam 12 Horas de Mount Panorama, prova de endurance na Austrália com largada às 15h40 deste sábado

31/01/2020 - Rodrigo França e Luiz Felipe Chaguri / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

Um dos principais campeonatos de GT3 do mundo, o Intercontinental GT Challenge começa neste final de semana na Austrália com cinco pilotos brasileiros acelerando no grid em uma das provas mais desafiadoras do automobilismo: as 12 Horas de Mount Panorama. São eles: Felipe Fraga, Daniel Serra, Marcos Gomes, Augusto Farfus e João Paulo de Oliveira.

A corrida deste sábado é a primeira de cinco etapas do torneio, que realiza uma etapa em cada continente do mundo. As outras quatro etapas serão disputadas na Bélgica, no Japão, nos Estados Unidos e na África do Sul. Além disso, o campeonato é dividido em três categorias principais: Classe A – GT3, Classe C – GT4 e Classe I.

O torneio contará com diversas montadoras renomadas do automobilismo, como Audi, Porsche, Ferrari, Nissan, Lamborghini, Mercedes-Benz AMG, BMW, McLaren, Bentley, Honda e Aston Martin.

Circuito desafiador

A pista em Mount Panorama é famosa por receber anualmente os 1000km de Bathurst, atraindo cerca de 200 mil pessoas por edição. Com 6.213 metros de extensão, o circuito é muito técnico e desafiador, com muitas subidas e descidas na montanha, além de curvas bem fechadas.

“Os carros passam bem perto do muro em alguns trechos, então tem tudo para ser uma prova emocionante”, diz Felipe Fraga, brasileiro que fará sua estreia no Intercontinental GT Challenge e correrá com a GruppeM, equipe oficial de fábrica da Mercedes.

Fraga recentemente anunciou sua saída da Stock Car, mas segue com apoio da Cimed. Será a primeira temporada completa dele no turismo internacional, competindo também em provas do WEC (Mundial de Endurance). No último final de semana, ele também acelerou nas 24 Horas de Daytona.

Brasileiros na categoria principal

Além de Fraga, os outros quatro brasileiros que correrão em Bathurst também estão na categoria principal, a A-Pro. Marcos Gomes e Daniel Serra dividirão uma Ferrari 488 GT3 na equipe Hub Auto Corsa. O australiano Tim Slade será o terceiro integrante do carro 27.

Vencedor da Corrida de Duplas da Stock Car em 2018 justamente com Serra, João Paulo de Oliveira guiará o Nissan GTR Nismo GT3 com a equipe KCMG. Enquanto isso, Augusto Farfus estará em Mount Panorama com a equipe Walkenhorst Motorsport e pilotará um BMW M6 GT3.

Divisões das categorias

A categoria A do Intercontinental GT, que cumpre o Regulamento Internacional GT3, possui três subclasses, sendo a Pro para pilotos profissionais, a Pro/AM para no máximo dois pilotos profissionais (por carro) e a Silver para pilotos amadores.

Com veículos baseados nos modelos de fábrica dos carros, a classe C utiliza o regulamento global GT4 e não possui restrições para pilotos. Enquanto isso, a categoria I é reservada para pilotos convidados, que guiarão máquinas de segunda geração (MARC II V8) da equipe MARC – os carros desta classe são Ford Mustangs.

Leia mais:
+ Fórmula 1: novas regras buscam salvar esporte da extinção
+ Seria a Mercedes a melhor equipe da história da F1?
+ F1: Brasil segue líder em audiência mesmo sem piloto no grid
+ Mercedes fora da F1? Tudo pode mudar em 2021

Programação

As atividades de pista em Mount Panorama começaram nesta quinta à noite e 39 carros estão inscritos na etapa. O classificatório está programado para sexta-feira a partir das 22h40, com a disputa na sequência do Q2 e a definição do top-10 do grid em mais uma terceira sessão. A prova começará no sábado às 15h40 (horários de Brasília).

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro