Segundo dia do Dakar foi longo e cansativo

Em etapa longa e cansativa, brasileiros se recuperam no segundo dia do Rally Dakar 2015

06/01/2015 - Redação / Foto: José Mario Dias / Mitsubishi Divulgação / Fonte: iCarros

No segundo dia de prova do Rally Dakar 2015 aconteceu a especial mais longa desta edição. Foram 625 km, sendo 518 km de trechos cronometrados entre Villa Carlos Paz e San Juan, na Argentina. Mas o dia foi positivo para os brasileiros. A dupla Guiga Spinelli e Youssef Haddad recuperou 13 posições após um primeiro dia ruim na competição.

"Fizemos umas 10 ultrapassagens", comemora Guiga Spinelli. A dupla acabou a prova em 16º, terminando o dia na 15ª colocação da classificação geral. "Foi uma especial realmente complicada, bem diversificada e com muita diferença entre o início e o fim. Mesmo largando em uma posição ruim, com muitos carros na nossa frente, tivemos um dia razoável", comenta o piloto. O calor também foi determinante neste segundo dia, com temperaturas que ultrapassaram os 40ºC. "Hoje era uma daquelas especiais que chegar ao final já é uma grande vantagem. Fizemos os 518 km sem descer do carro e isso é muito bom", explica Youssef.

Habitualmente a organização do Rally Dakar faz etapas tranquilas nos primeiros dias e com baixa quilometragem. Mas, neste ano, colocaram a maior especial já na segunda etapa. "Foi um dia longo, complicado e exigente. Mas estamos aqui. Não me lembro de uma segunda etapa desse jeito. Vamos em frente, amanhã promete ser um pouco mais tranquilo", disse Guiga. "O bom é que melhoramos a posição de largada. Não foi um bom resultado, mas conseguimos nos colocar mais pra frente", completa.

O navegador brasileiro Eduardo Sachs, que compete ao lado do piloto português Ricardo Legal, com um Nissan, foi o 29º. Eles ocupam a 26ª posição após duas etapas.

Líder da competição

Mesmo penalizado em dois minutos pela organização do Dakar por excesso de velocidade em zona restrita, o príncipe do Catar, Nasser Al-Attiyah, venceu a segunda etapa com seu Mini. A princípio, a vitória da etapa inaugural também havia ficado com Al-Attiyah, mas ele acabou punido e despencou para a sétima posição. 

Campeão da prova em 2011, o príncipe não só saiu com a vitória do trecho cronometrado de 518 quilômetros, um dos mais duros da 37ª edição da prova, como viu seu principal rival neste início, o argentino Orlando Terranova, perder minutos importantes após um acidente.

Com isso, o veículo do catari está na primeira posição da classificação geral com o tempo total de 6h19min40s, mais de sete minutos de vantagem sobre os carros da Toyota, comandados pelo sul-africano Giniel de Villiers, em segundo, e o holandês Bernhard Ten Brinke, em terceiro.

Terceira etapa

Hoje (6) é disputada a terceira etapa do Dakar 2015, em que os carros terão percurso e quilometragem diferentes em relação às motos e quadriciclos. O percurso entre San Juan e Chilecito, na Argentina, terá percurso total de 542 km, sendo 284 km de trechos cronometrados.

A organização do Rally Dakar chama o terceiro dia de "A visão do Vermelho", graças à coloração das montanhas por onde a prova irá passar. A especial percorrerá uma das regiões mais bonitas da Argentina, descendo por cânions e por estradas repletas de pedras soltas.

"Nem o deslocamento, nem a especial serão muito compridas. Será um dia com pedras, cânions e, provavelmente, rios secos. Já chegando em uma região muito conhecida e tradicional, entre Fiambalá e Chilecito, com dunas difíceis e muito quente. Será uma especial bem exigente", prevê Guilherme Spinelli.

Resultados (extraoficiais) - 2ª etapa Dakar – Carros

1º Nasser Al-Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA) 
2º Giniel de Villiers (RSA) / Dirk Von Zitzewitz (ALE) 
3º Bernhard Ten Brinke (HOL) / Tom Colsoul (BEL)
4º Krzysztof Holowczyc (POL) / Xavier Panseri (FRA) 
5º Vladimir Vasilyev (RUS) / Konstantin Zhiltsov (RUS)
16º Guilherme Spinelli (BRA) / Youssef Haddad (BRA) 
29º Ricardo Leal (POR) / Eduardo Sachs (BRA) 

Resultados (extraoficiais) - Classificação geral do Dakar após duas etapas – Carros

1º Nasser Al-Attiyah (QAT) / Matthieu Baumel (FRA) 
2º Giniel de Villiers (RSA) / Dirk Von Zitzewitz (ALE) 
3º Bernhard Ten Brinke (HOL) / Tom Colsoul (BEL) 
4º Krzysztof Holowczyc (POL) / Xavier Panseri (FRA) 
5º Vladimir Vasilyev (RUS) / Konstantin Zhiltsov (RUS)
15º Guilherme Spinelli (BRA) / Youssef Haddad (BRA)
28º Ricardo Leal (POR) / Eduardo Sachs (BRA) 

 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro