As histórias das 60 edições do GP da França de F1

GP da França foi palco de 6 vitórias de Alain Prost; Schumacher e Ferrari dominam estatísticas na história da corrida

21/06/2019 - Rodrigo França e Luiz Felipe Chaguri / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

O circuito de Paul Ricard, na França, é o palco do 60º Grande Prêmio de F1 no país. A pista voltou a receber a principal categoria do automobilismo em 2018, sendo que de 1991 até 2008 o circuito que sediou a corrida francesa foi o de Magny Cours. A França ficou sem provas na F1 entre 2009 e 2017.

Leia mais:
Há 35 anos, o primeiro show de Ayrton Senna na F1
24 Horas de Le Mans 2019: tudo sobre a corrida
O espelho retrovisor foi inventado para vencer corridas

Na edição de 2019, a maior expectativa fica por conta do duelo entre Ferrari e Mercedes, que disputaram a vitória mesmo após a linha de chegada no GP do Canadá, com Sebastian Vettel nitidamente revoltado pela punição que recebeu de 5 segundos pelos comissários. Com isso, o primeiro lugar em Montreal ficou com Lewis Hamilton.

Vai trocar de carro? Veja aqui ofertas perto de você

Em Paul Ricard, circuito que fica na região de Le Castellet, a expectativa é de que o time italiano tenha mais dificuldades para incomodar a equipe alemã no oitavo GP da temporada. Hamilton lidera o campeonato com 162 pontos, enquanto Valtteri Bottas, também da Mercedes, tem 133. Vettel vem em terceiro com 100 pontos.

Vencedores na França

Michael Schumacher é o maior ganhador do GP da França com oito triunfos. Logo atrás dele vem Alain Prost, com seis vitórias. O piloto da casa, inclusive, é o maior vencedor no circuito de Paul Ricard. Prost ganhou as corridas de 1983, 1988, 1989 e 1990 no traçado de Le Castellet.

Simule aqui o quanto gastar nas parcelas de seu próximo carro

Na disputa por equipes, a Ferrari é a maior vencedora disparada na França com 17 vitórias, mas somente duas delas foram em Paul Ricard: em 1975 com Niki Lauda e em 1990 com Alain Prost. As maiores vencedoras em Paul Ricard foram Williams (1980, 1986 e 1987) e McLaren (1976, 1988 e 1989).

A Renault, equipe da casa, ganhou as corridas de 1982 com René Arnoux e de 1983 com Alain Prost. Atualmente a equipe está longe de conseguir repetir o feito. No grid de 2019 da F1, apenas Kimi Raikkonen e Lewis Hamilton já venceram na França, em 2007 e em 2018, respectivamente.

Tabu

A França não tem um piloto francês vencendo em casa desde 1993, ano em que Alain Prost corria pela Williams-Renault com vários artifícios eletrônicos, tendo também o motor mais potente da F1. Antes disso, era bem comum ver um piloto da casa vencendo: além dos seis triunfos de Prost, René Arnoux e Jean-Pierre Jabouille também conseguiram vencer no país onde nasceram.

O tabu com uma vitória de uma equipe francesa é bem menor: a última vitória foi da Renault de Fernando Alonso em 2005, ainda na pista de Magny-Cours, no ano em que o espanhol conquistou seu primeiro título mundial.

Dificuldades para Senna

Ayrton Senna tem um histórico de vitórias impressionantes em vários dos países que permanecem até hoje na F1. Na França, porém, o piloto teve como seu melhor resultado o segundo lugar no GP de 1988, corrida que ficou marcada pelo show e vitória de Prost com a McLaren.

Apesar disso, no final daquela temporada o título mundial ficaria com o piloto brasileiro, que ainda seria bicampeão em 1990 e tricampeão mundial em 1991. Em Mônaco, país que fica apenas 180 km de Paul Ricard e é cercado pela França, a história foi diferente: Senna venceu seis vezes e Prost conquistou quatro triunfos.

Brasileiros que venceram na França

Nelson Piquet venceu o GP da França em 1985 na pista de Paul Ricard com a Brabham-BMW. Após esse triunfo, somente 23 anos depois o Brasil voltou a comemorar uma vitória na F1 em circuito francês. Felipe Massa ganhou com a Ferrari em Magny-Cours na temporada de 2008.

Na estatística de pódios dos brasileiros, Piquet conquistou cinco pódios, Rubens Barrichello quatro, Ayrton Senna e Felipe Massa conseguiram três, enquanto Emerson Fittipaldi terminou duas vezes entre os três primeiros na França.

Pistas

Além de Paul Ricard e Magny-Cours, que juntas receberam 33 dos 59 Grandes Prêmios franceses, outras cinco pistas já foram sede da prova.

Le Mans recebeu a corrida uma vez, em Clermont-Ferrand foram disputadas quatro corridas, Dijon-Prenois cinco, assim como Rouen-les-Essarts, e em Reims foram 11 provas. A corrida de 2019 será a 16ª em Paul Ricard.
 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro