Brasil busca oitava vitória na Indy-500

Prova terá três pilotos brasileiros no grid: Tony Kanaan, Helio Castroneves e Matheus Leist

24/05/2019 - Rodrigo França, de Indianápolis (EUA) / Foto: Divulgação / Fonte: iCarros

A prova mais famosa e tradicional do automobilismo mundial será disputada neste domingo (26/5) – e não estamos falando do GP de Mônaco de F1. No mesmo final de semana, será realizada a 103a edição das 500 Milhas de Indianápolis, a única do mundo a ter se tornado centenária, algo que a prova monegasca e as 24 Horas de Le Mans só atingirão em duas décadas.

Leia mais:
Como o fracasso de Alonso explica grandeza da Indy-500?

Brasil volta à F1 com Fittipaldi e Sette Câmara
Cacá Bueno faz história em Mônaco com a Jaguar

O Brasil tem papel relevante na Indy-500: três pilotos do País buscam a oitava vitória brasileira no templo do automobilismo norte-americano, sendo que dois deles já venceram em Indianápolis: Tony Kanaan, vencedor da edição de 2013, e Helio Castroneves, que venceu três corridas (2001, 2002 e 2009).

Simule as parcelas do seu próximo carro aqui

Além deles, Gil de Ferran venceu em 2003 e o pioneiro de todos, a exemplo da F1, foi Emerson Fittipaldi, que venceu em 1989 e 1993. Ele já havia se tornado em 1970 o primeiro brasileiro a vencer na F1 e em 1972 o primeiro a ser campeão mundial.

Vai trocar de carro? Veja aqui ofertas perto de você

“É um lugar mágico, que faz com que todos os anos a gente se sinta com a mesma motivação de um estreante”, diz Tony Kanaan, atualmente o piloto mais experiente do grid, com mais de 300 largadas consecutivas. Aos 44 anos, o piloto da AJ Foyt foi destaque nesta sexta-feira ao ser o mais rápido do “Carb Day”, o último dia de treinos.

Entre os representantes brasileiros, apenas o jovem Matheus Leist ainda não venceu em Indianápolis na Indy. Em apenas sua segunda temporada na principal categoria de fórmula nos EUA, o gaúcho de 20 anos no entanto tem ótima relação com o tradicional circuito.

Em 2017, ele venceu em sua estreia em ovais a Freedom 100, etapa da Indy Lights que é preliminar da Indy-500. E no início deste mês, nesta mesma pista, mas usando o traçado misto, Leist conseguiu o melhor resultado de sua carreira e de sua modesta equipe nas últimas cinco temporadas: quarto lugar no Indy Grand Prix.

“Eu amo Indianápolis e parece que a recíproca é verdadeira: meu primeiro pódio foi aqui na Lights, minha primeira corrida e vitória em oval foi aqui e também meu melhor resultado na Indy até hoje. Quem sabe a gente melhora ainda mais isso neste domingo”, diz Leist.

Para Castroneves, uma vitória pode colocar o Brasil em um recorde inédito: igualar-se a AJ Foyt, Al Unser e Rick Mears como os maiores vencedores da história desta prova, com quatro triunfos. “Seria um feito inesquecível para um lugar tão especial quanto a Indy”, comentou Helinho. Além de um lugar de honra no hall da fama do automobilismo mundial, o vencedor ainda leva para casa o maior prêmio do esporte a motor em uma corrida: cerca de US$ 2,5 milhões.
 

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro