Fórmula 2: o caminho mais rápido para F1

Pilotos que chegaram da F2 para F1 mostram qualidade e rápida adaptação na principal categoria do automobilismo mundial

11/09/2019 - Rodrigo França / Fotos: Divulgação / Fonte: iCarros

A temporada de 2019 da Fórmula 1 tem mostrado que os jovens pilotos recém-chegados da Formula 2 tem se adaptado rapidamente na principal categoria do automobilismo mundial.

Dois exemplos são Charles Leclerc e Lando Norris, o campeão de 2017 e o vice-campeão de 2018 da F2, respectivamente. Leclerc faz seu primeiro ano na Ferrari após ser destaque na Sauber em 2018, enquanto Norris vem conseguindo andar com frequência entre os oito primeiros em seu ano de estreia na Formula 1, mesmo com a má fase da McLaren.

no GP da França de 2019 foi justamente um brasileiro que se destacou na Formula 2: Sergio Sette Câmara.

Com a pole e o pódio conquistado em Paul Ricard, o mineiro voltou a disputa do campeonato. 

Preparação

"Não existe como se preparar 100% para um F1, pois o carro é muito potente e tem aderência incrível, sem comparação com qualquer categoria. Mas a Formula 2 te ajuda muito na dinâmica das corridas, no consumo dos pneus, no trabalho com a equipe etc", disse Câmara ao iCarros em entrevista exclusiva em Paul Ricard.

O piloto testou o carro da McLaren neste ano - ele tem contrato com o time que já ficou famoso no Brasil pelos títulos de Emerson Fittipaldi e, principalmente, Ayrton Senna.

"Foi um dia inesquecível em minha carreira e pretendo chegar em breve na principal categoria do automobilismo brasileiro. A Formula 2 tem sido um ótimo caminho", diz Câmara.

Os carros da Formula 1 e da Formula 2 são bem diferentes com relação a tamanho e estrutura, assim como o nível de investimento das categorias. Confira alguns números que chamam bastante atenção:

Potência

Os carros da Formula 2 possuem cerca de 620 cavalos de potência, enquanto que na Fórmula 1 estima-se que a Mercedes, na F1, tenha ultrapassado os 1000 cv de potência para seus carros.

Após sobrar em potência sobre os rivais nos últimos anos, a equipe alemã viu a Ferrari chegar perto de sua potência em 2019, mas o conjunto aerodinâmico do carro alemão tem se mostrado mais eficiente ao longo do ano para as vitórias consecutivas de Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

Velocidade Máxima

Mesmo com uma potência bem menor, os carros da Formula 2 conseguem ultrapassar os 300 km/h nas retas. Na Fórmula 1, o recorde atual pertence a Valterri Bottas, que ultrapassou a marca de 378 km/h nos treinos para o GP do Baku em 2016. O finlandês aproveitou a reta mais longa da categoria, com 2 km de extensão, para registrar a marca,

Investimento

Estima-se que um piloto precisa de 1.6 milhão de euros para fazer uma temporada competitiva na Fórmula 2. Na F1, além dos números serem bem mais altos, os gastos em geral são das equipes e maioria dos pilotos recebem salários (não são pagantes).

Os investimentos dos times que lutam pelo título na Fórmula 1, como Ferrari, Mercedes e Red Bull, é superior a 300 milhões de euros. Os salários dos pilotos na F1 também são bem variados e astronômicos, sendo que os principais pilotos, como Lewis Hamilton, recebe acima de 35 milhões de euros por ano.

Tempos de volta

No GP da França de F1 de 2019, a pole position de Lewis Hamilton foi conquistada com 1min28s319. No mesmo circuito e no mesmo final de semana, o brasileiro Sérgio Sette Câmara cravou a pole na Formula 2 com 1min43s024. Foram quase 15 segundos de diferença entre as categorias.

Pistas e pilotos

Assim como na Fórmula 1, a Formula 2 também possui 20 pilotos e 10 equipes no grid. Com relação às pistas, a categoria de acesso corre somente em 12 das 21 etapas da F1. A grande maioria dos circuitos são europeus (10 dos 12), o que ajuda a diminuir os gastos da categoria.

Destaques da Formula 2 começam bem na Fórmula 1

Charles Leclerc - campeão da Formula 2 em 2017 e atualmente piloto da Ferrari com apenas 21 anos, Charles Leclerc tem mostrado desempenho bem parecido com o tetracampeão Sebastian Vettel, mesmo sendo apenas seu apenas segundo ano na F1 e o primeiro na Ferrari.

Alexander Albon - terceiro colocado na Formula 2 em 2018, Albon tem 23 anos e suas ótimas corridas pela Toro Rosso o fizeram ser promovido no meio desta temporada para a RBR. Ele chegou no top-10 em três das primeiras oito corridas do campeonato.

George Russell - campeão da Formula 2 em 2018, Russell tem o desafio mais ingrato dos jovens pilotos que subiram para a F1. Ele reveza com Robert Kubica a última colocação na maioria dos grid de largadas, já que o carro da Williams é o pior da temporada. Apesar disso, o piloto de 21 anos chegou à frente de Robert Kubica em mais de 70% das corridas do ano.

Lando Norris - vice-campeão da Formula 2 em 2018, o britânico de 19 anos foi escolhido o 'Piloto do Dia' em eleição feita pelos fãs da F1 no GP da França. Apesar do azar no final de algumas corridas, Lando Norris tem mostrado maturidade de um futuro campeão nos treinos e também no ritmo das provas.

Acompanhe as novidades do mundo automotivo pelo iCarros no:

Facebook (facebook.com/iCarros)
Instagram (instagram.com/icarros_oficial)
YouTube (youtube.com/icarros)

  • Compartilhe esta matéria:
 

Faça seu comentário

publicidade

  • Seguro automóvel

    Veja o resultado na hora e compare os preços e benefícios sem sair de casa.

    cotar seguro